Pular para o conteúdo principal

LEC : Keirrison brilha depois de apagão no Café


Principal contratação da temporada, o atacante Keirrison garantiu a primeira vitória do Londrina na Série B do Brasileiro. O centroavante marcou aos 24 minutos do segundo tempo e definiu o jogo diante do Náutico, na fria noite de ontem, no Estádio do Café. 
Depois de quatro partidas, o Tubarão voltou a vencer e chegou aos quatro pontos na classificação em três rodadas. 

O alviceleste volta a atuar no sábado contra o Joinville, em Santa Catarina. O time pernambucano estacionou nos três pontos e joga na sexta-feira contra o Sampaio Corrêa, no Recife. 

Apesar do domínio territorial, o Londrina teve dificuldades de finalização no primeiro tempo. O time tocou bem a bola, mas o único chute a gol veio dos pés de Zé Rafael, por cima do gol de Júlio César. O Náutico se arriscou pouco e finalizou apenas uma vez com Caíque, para fácil defesa de Marcelo.
Depois de um apagão em duas torres de iluminação do Café, o segundo tempo começou com mais de 25 minutos de intervalo. Mas, a espera valeu a pena. O jogo foi mais aberto e movimentado. 

O técnico Alexandre Gallo voltou com Renan Oliveira e o Timbu quase abriu o placar em cabeçada de Rafael Carioca.
A torcida já perdia a paciência, quando Tencati chamou Paulinho Moccelin e o time acendeu em campo. E a galera veio junto. Rafael Gava finalizou com perigo e Júlio César salvou. No lance seguinte, o próprio Gava cruzou da direita e Keirrison fechou por trás da zaga e, de peixinho, fez um bonito gol. O segundo dele com a camisa alviceleste, o primeiro na Série B. 

"Independentemente de quem fizesse o gol, o importante era a vitória. O time já vinha jogando bem nas últimas partidas e faltava esta vitória", comemorou o K99. Um atacante do LEC não marcava desde a final do interior contra o PSTC, quando Wellisson marcou duas vezes. 


Após o fim do jejum do ataque, a partida ganhou emoção. O Náutico quase empatou em finalização de Rafael Carioca, que Marcelo defendeu com o pé direito, à queima-roupa. Em novo cruzamento, Silvio cabeceou firme para boa defesa do arqueiro pernambucano. 
O Londrina administrou bem os últimos minutos e comemorou a vitória em casa, depois de duas derrotas seguidas no Café. "A vitória veio na raça e também na qualidade. Criamos várias chances de gol e os três pontos foram justos pelo que fizemos em campo", afirmou o meia Rafael Gava. 
O técnico Claudio Tencati também aprovou o desempenho. "O primeiro tempo foi amarrado, mas o segundo mostrou a força do grupo e que estamos no caminho certo". 

Em Londrina 

Londrina 1x0 Náutico 

Marcelo Rangel; Igor, Matheus, Silvio (Marcondes) e Léo; Diogo Roque, Germano, Rafael Gava e Zé Rafael; Jô (Paulinho Moccelin) e Keirrison (Batata). Técnico: Claudio Tencati 

Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Gaston; Mateus Muller, Rodrigo Souza, Rafael Coelho, Caíque Valdívia (Renan Oliveira); Rony (Rafael Silva) e Jefferson (Taiberson) 
Técnico: Alexandre Gallo 

Gols: Keirrison aos 24 minutos do segundo tempo 

Público pagante: 1.950 torcedores (total: 2.242) 

Renda: R$ 31.740 

Árbitro: Felipe Duarte Varejão 

Local: Estádio do Café
Lucio Flavio Cruz
Reportagem local

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.