Pular para o conteúdo principal

Jurgen Klopp's emotionally charged football could not paper over the Liverpool cracks forever

Liverpool 

The image of Jurgen Klopp, frantically running down the touchline, gesticulating to Liverpool fans to raise the volume, encapsulated the thrill and flaw of a European run that ended in despair last night. In his moment of need, with his side disintegrating as Sevilla transformed themselves from Tony Pulis’ Stoke to a La Liga pass and move hit squad, Klopp decided the most potent weapon was emotional support. 
Jurgen Klopp
 There was no change he could make from the bench, no tactical tweak to halt the Sevilla surge and no instruction to his players to delve into the darker arts to spoil the game for a few moments and take a breath.
Resultado de imagem para the telegraph logo vector

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco