Pular para o conteúdo principal

Indy : Hinchcliffe domina primeiro classificatório

                                           Da Redação | esportes@band.com.br
Estão definidos os nove pilotos que, neste domingo tentarão a pole position da 100ª edição das 500 Milhas de Indianápolis. James Hinchcliffe, da Schimidt Peterson Honda, registrou velocidade média de 230,946 mph e puxa a fila, como mais rápido do primeiro treino classificatório, disputado neste sábado. Logo atrás ficaram, Ryan Hunter-Reay, seguido por Helio Castroneves, Will Power, Townsend Bell, Josef Newgarden, Mikhail Aleshin, Carlos Muñoz e Simon Pagenaud.

 O vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2015, Juan Pablo Montoya, ficou em 12º, seguido pelo atual campeão da Fórmula Indy, Scott Dixon, em 13º. Campeão da Fórmula Indy em 2004 e vencedor da Indy 500 em 2013, Tony Kanaan, fechou o treino na 19ª posição. 

 Neste domingo, das 15h45 às 17h45 (de Brasília), os pilotos que se classificaram da décima posição até a 33ª definirão suas ordens de largada. A partir das 18h, os nove primeiros deste sábado disputarão o Fast Nine, treino que definirá o pole position da 100ª edição da Indy 500. 

 O treino terá acompanhamento minuto a minuto no Portal da Band e transmissão ao vivo no Bandsports e Portal da Band.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.