Pular para o conteúdo principal

Indy : Andretti volta a dominar treinos em Indianápolis

                        Da Redação | esportes@band.com.br
andrettiflh.jpg 
Após o cancelamento dos treinos livres desta terça-feira para as 500 Milhas de Indianápolis, por causa da chuva, os carros da categoria voltaram ao circuito para o segundo dia de atividades. Mais uma vez, os carros da Andretti ditaram o ritmo, agora com Ryan Hunter-Reay como mais rápido do dia. O vencedor da Indy 500 em 2014, que deu 35 voltas no circuito, alcançou a melhor marca desta quarta-feira, 228,202 mph (367,245 km/h) no 11º giro. Logo atrás de Hunter-Reay ficou seu companheiro de equipe Carlos Muñoz, com a velocidade de 228,066 mph (367,026 km/h). 

 A terceira posição do dia ficou para Will Power, da Penske, com a marca de 227,733 mph (366,490 km/h), seguido por Josef Newgarden, da Ed Carpenter Racing, em quarto, com a velocidade de 226,998 mph (365,307 km/h) e Gabby Chaves, da Dale Coyne, em quinto, com a marca de 226,889 mph (365,132 km/h). Entre os brasileiros, Helio Castroneves, da Penske, foi o 18º mais rápido do dia, com a velocidade de 225,224 mph (362,452 km/h), seguido de perto por Tony Kanaan, o 19º mais rápido, com a marca de 225,194 mph (362,404 km/h). 

 O susto do dia foi protagonizado pelo piloto norte-americano Spencer Pigot, da Rahal Letterman Lanigan, que perdeu o controle do seu carro e bateu forte no muro de proteção da pista, entre as curvas 1 e 2 do circuito. Apesar da forte pancada, Pigot saiu andando do carro.
Resultado de imagem para band

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.