Pular para o conteúdo principal

Indy : Andretti volta a dominar treinos em Indianápolis

                        Da Redação | esportes@band.com.br
andrettiflh.jpg 
Após o cancelamento dos treinos livres desta terça-feira para as 500 Milhas de Indianápolis, por causa da chuva, os carros da categoria voltaram ao circuito para o segundo dia de atividades. Mais uma vez, os carros da Andretti ditaram o ritmo, agora com Ryan Hunter-Reay como mais rápido do dia. O vencedor da Indy 500 em 2014, que deu 35 voltas no circuito, alcançou a melhor marca desta quarta-feira, 228,202 mph (367,245 km/h) no 11º giro. Logo atrás de Hunter-Reay ficou seu companheiro de equipe Carlos Muñoz, com a velocidade de 228,066 mph (367,026 km/h). 

 A terceira posição do dia ficou para Will Power, da Penske, com a marca de 227,733 mph (366,490 km/h), seguido por Josef Newgarden, da Ed Carpenter Racing, em quarto, com a velocidade de 226,998 mph (365,307 km/h) e Gabby Chaves, da Dale Coyne, em quinto, com a marca de 226,889 mph (365,132 km/h). Entre os brasileiros, Helio Castroneves, da Penske, foi o 18º mais rápido do dia, com a velocidade de 225,224 mph (362,452 km/h), seguido de perto por Tony Kanaan, o 19º mais rápido, com a marca de 225,194 mph (362,404 km/h). 

 O susto do dia foi protagonizado pelo piloto norte-americano Spencer Pigot, da Rahal Letterman Lanigan, que perdeu o controle do seu carro e bateu forte no muro de proteção da pista, entre as curvas 1 e 2 do circuito. Apesar da forte pancada, Pigot saiu andando do carro.
Resultado de imagem para band

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco