GOAL : Vasco atinge maior invencibilidade considerando jogos oficiais



Na última quarta-feira (18) o Vasco avançou na Copa do Brasil após um empate em 1 a 1 com o CRB. Entretanto, o torcedor que viu o jogo disputado em São Januário não ficou muito feliz com a exibição da equipe campeã carioca.

O Gigante da Colina perdia até os minutos finais, quando o zagueiro Rafael Vaz entrou improvisado no ataque e estufou as redes. Um gol muito mais histórico do que o torcedor pode imaginar.

Com o empate, o Vasco atingiu a sua maior sequência invicta considerando partidas oficiais. Ao todo são 28 jogos sem conhecer a derrota, um caminho que teve início com uma vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, na 34ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2015. Naquela tarde de 8 de novembro, Rafael Silva e Nenê balançaram as redes no Allianz Parque.
A marca atingida pelos comandados de Jorginho é expressiva. Uma caminhada que superou o ‘Expresso da Vitória’, considerado um dos esquadrões mais espetaculares da história vascaína. A sequência de 27 jogos sem perder começou com um 3 a 0 sobre o Bangu, pelo Torneio Municipal de 1945 e perdurou até novembro do mesmo ano, com empate em 2 a 2 com o Flamengo, pelo Campeonato Carioca.

Aliás, o resultado contra o Rubro-Negro conta com histórias interessantes. O Fla abriu 2 a 0 (Vevé e Adílson), mas Isaías empatou para o Cruzmaltino. O empate desencadeou uma briga generalizada de torcidas
“Como se um estopim invisível levasse a desordem até as gerais, viu-se de repente as duas torcidas bombardeando-se com tijolos arrancados dos degraus inacabados O campeonato merecia um desfecho melhor”, registrou à época o Jornal dos Sports. O jogo foi encerrado dois dias depois (20/11) nas Laranjeiras, e o resultado se manteve, dando ao time comandado pelo técnico Ondino Vieira o título do Campeonato Carioca.
Resultado de imagem para goal logo


Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"