Pular para o conteúdo principal

FPF formada mais uma turma de árbitros da Escola Estadual de Arbitragem

Neste sábado 21/05 ,  a Federação Paranaense publicou em sua home page que na noite de sexta-feira, 20, aconteceu no restaurante Dom Antônio, a formatura de mais uma turma de árbitros da Escola Estadual de Arbitragem, Victor Marcassa. 
 
 Na turma, 38 novos árbitros se formaram, com as presenças do presidente da Federação Paranaense de Futebol, Hélio Pereira Cury, o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, o presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, Afonso Vítor de Oliveira, o presidente da Associação de Árbitros do Paraná, Adriano Milczvski, o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol, Ednilson Corona, o coordenador de desenvolvimento de arbitragem também da Federação Paulista, Roberto Perassi, o diretor da Escola de Árbitros, José Carlos Dias Passos, o vice-diretor, Luciano Roggenbaum, o coordenador do curso e que também deu nome à turma, Faustino Vicente Lopes e o integrante da Comissão de Arbitragem da FPF, Anderson Carlos Gonçalves. 
 

 Os formandos compareceram com seus familiares e receberam os diplomas das mãos de seus “padrinhos”, a maioria árbitros conhecidos do futebol paranaense. Os novos árbitros estão agora à disposição da Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol.
Resultado de imagem para federação paranaense de futebol

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.