Pular para o conteúdo principal

Eliminação deixa técnico Diego Aguirre perto do fim da linha no Atlético-MG


O cenário para a continuação do técnico Diego Aguirre no Atlético-MG é de grande incerteza. A eliminação nas quartas de final da Libertadores parece ser o fator decisivo para o treinador deixar o clube, já que também ficou sem o título do Campeonato Mineiro. 

A empatia com a torcida atleticana nunca fez parte do trabalho de Aguirre, que chegou ao clube sob desconfiança por parte até da diretoria alvinegra, que tinha Muricy Ramalho como primeira opção, após a demissão de Levir Culpi. A diretoria chegou a conversar com Abel Braga e Marcelo Bielsa, antes de fechar com o treinador uruguaio.A sequências de escalações variadas por conta das disputas do Mineiro e Libertadores simultaneamente não foram compreendidas pelo torcedor. 

Ainda mais quando o time era derrotado no Estadual, quando visivelmente priorizava a competição continental. O questionamento por parte da torcida com relação ao não aproveitamento em alguns jogos de jogadores, como Cazares e Clayton, chegou à diretoria, que após a perda do Mineiro para o América-MG, cobrou do treinador melhores resultados.
Resultado de imagem para globo esporte

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.