Pular para o conteúdo principal

Eficiente, Ponte Preta supera o Palmeiras


Abrindo a segunda rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta venceu o Palmeiras neste sábado (21), no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Mais eficiente, a Macaca superou o até então líder da competição, por 2 a 1, e chegou a quatro pontos. Sem conseguir repetir a atuação da estreia, quando goleou o Atlético-PR por 4 a 0, o Verdão amargou a primeira derrota na competição.
Empolgado com a goleada aplicada na rodada de abertura, o Palmeiras iniciou a partida pressionando a saída de bola da Ponte Preta. Sem se desesperar, a Macaca também saiu para o jogo e o duelo começou aberto, com chances para os dois lados. Mais eficiente e contando com uma tarde inspirada de Felipe Azevedo, o time pontepretano encaminhou a vitória ainda no primeiro tempo, com dois gols de seu atacante. Na segunda etapa, o Palmeiras ainda descontou com Moisés, aos 45 minutos, mas já era tarde e acabou derrotado por 2 a 1.
Pela terceira rodada da Série B, o Palmeiras busca a recuperação diante do Fluminense, na próxima quarta-feira (25), às 21h45, no Allianz Parque, em São Paulo. No dia seguinte, quinta-feira (25), a Ponte Preta defende a invencibilidade na Série A 2016 diante do Corinthians, às 11h, na Arena Corinthians.
      CONTEÚDO HOME PAGE DA CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.