Pular para o conteúdo principal

Cruzeiro vence Londrina, elimina jogo da volta e avança para 3ª fase da Copa do Brasil


A dificuldade que o Cruzeiro encontrou para passar da primeira fase da Copa do Brasil, no duelo contra o Campinense-PB, não se repetiu no confronto diante do Londrina-PR, nesta terça-feira. Superior ao adversário, a Raposa dominou boa parte do jogo, levou alguns sustos no final, mas venceu por 2 a 0, no estádio do Café, no interior do Paraná.
Bruno Rodrigo e Henrique marcaram os gols do Cruzeiro ainda no primeiro tempo. Como venceu por dois gols de diferença na casa do adversário, o time celeste eliminou a partida de volta em Belo Horizonte, que estava marcada para a próxima terça-feira, e avançou diretamente para a terceira fase da competição nacional.

Depois de garantir a vaga na próxima fase da Copa do Brasil, o Cruzeiro se prepara agora para a estreia no Campeonato Brasileiro. O time celeste entra em campo no sábado, às 21h, diante do Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).
O jogo
A partida começou com cerca de 20 minutos de atraso por falta de energia elétrica no Estádio do Café, em Londrina. Quando a bola rolou, o Cruzeiro dominou as ações e teve a primeira oportunidade logo aos seis minutos. Lucas Romero arriscou de longe e o goleiro Marcelo Rangel se esticou todo para defender.

Aproveitando os erros do Londrina na saída de bola, o Cruzeiro pressionava e ficava mais perto de abrir o placar. Até que aos 22 minutos, Pisano recebeu pela esquerda e cruzou na cabeça de Bruno Rodrigo, que subiu muito e testou no cantinho: 1 a 0 Cruzeiro.
O time celeste não se contentou com a vitória simples e queria fazer o segundo para eliminar o duelo de volta, semana que vem em Belo Horizonte. E aos 36 minutos, Henrique acertou uma bomba de fora da área. A bola ainda desviou na defesa do Londrina antes de morrer no fundo das redes.
Na etapa final, o Cruzeiro adotou a postura de esperar o Londrina, já que o resultado classificava o time sem a necessidade do jogo de volta. A equipe da casa, porém, não conseguia ameaçar a meta de Fábio.
Com o adversário entregue em campo, a Raposa adiantou a marcação e chegou a criar duas boas chances com Willian. Primeiro, o atacante do bigode recebeu na área, ajeitou e bateu por cima do gol. Pouco depois, o camisa 9 cobrou falta com perigo e o goleiro espalmou para escanteio.
Nos minutos finais o jogo pegou fogo e as duas equipes tiveram chances de marcar. Ariel Cabral recebeu na entrada da área e bateu no canto, mas a bola passou raspando a trave. 

Quase o Cruzeiro fez o terceiro. Na sequência, o Londrina respondeu. Bruno Batata desviou cruzamento e obrigou Fábio a fazer grande defesa. Nos acréscimos, Sánchez Miño deu um grande susto na torcida celeste ao recuar de peito para Fábio. O passe saiu curto, Jô se antecipou e quase diminuiu o placar que tiraria a classificação antecipada da Raposa para a terceira fase.
        Resultado de imagem para copa do brasil 2016                                                 
  •                                   Londrina 0 x 2 Cruzeiro


Londrina: Marcelo Rangel; Igor Bosel, Sílvio, Matheus e Paulinho; Germano, Bidía (Rafael Gava), Netinho e Zé Rafael (Jô); Paulinho Moccelin (Bruno Batata) e Itamar. Técnico: Cláudio Tencati

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Lucas Romero e Elber (Douglas Coutinho); Pisano (Ariel Cabral), Allano (Bruno Ramires) e Willian. Técnico: Geraldo Delamore (interino)
Motivo: jogo de ida – 2ª fase da Copa do Brasil
Data: 10 de maio 2016, terça-feira, às 21h30
Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Gols: Bruno Rodrigo (22’/1ºT), Henrique (36’/1ºT)
Cartão Amarelo: Germano, Jô, Sílvio, Matheus (Londrina); Élber, Sánchez Miño, Ariel Cabral, Douglas Coutinho (Cruzeiro)
Árbitro: Márcio Henrique de Gois (SP)
Auxiliares: Márcia Bezerra Lopes Caetano (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Resultado de imagem para radio itatiaia am png  logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.