Pular para o conteúdo principal

Cianorte FC vence fora de casa no primeiro jogo da final

Cianorte FC vence fora de casa no primeiro jogo da final
O Cianorte FC deu um importante passo rumo ao título do Campeonato Paranaense – Série B 2016. Pelo confronto de ida da final, o Leão do Vale venceu o Prudentópolis, fora de casa, por 3 a 1. Os gols da vitória foram anotados por Celsinho, Valdo Gigante e Xavier. 

O JOGO

O Cianorte FC teve a seguinte formação durante a partida: João Gabriel, Celsinho, Breno, Maurício e Willian; Jovane, Sidnei, Thiago Ferreira (Davi) e Xavier (Cris Goiano); Rodrigo Alves (Bruno Andrade) e Valdo Gigante. 

Como se estivesse em casa, o time de Paulo Turra dominou as ações de ataque e acuou o adversário. Com o domínio da posse de bola, o Leão foi criando oportunidades e gol foi se aproximando. Até que aos 11 minutos de jogo, Rodrigo Alves cruzou na área e a bola acabou batendo no braço do marcador do time visitante, pênalti. O lateral Celsinho cobrou bem e abriu o marcador para o time cianortense.   

Mesmo a frente do placar, o Cianorte não diminuiu o ritmo e seguiu criando. Sem conseguir romper a ótima postura defensiva do Leão, o Prudentópolis investia nas bolas paradas. E foi desta forma que o time da casa chegou ao empate. Aos 29 minutos, em sua primeira chegada de perigo na etapa inicial, Esquerdinha cobrou escanteio e Juvenal desviou para o fundo das redes para igualar o placar.   

Apesar de sofrer o gol de empate, o Cianorte não baqueou e seguiu mantendo seu padrão tático. O adversário esboçou uma reação, mas foi freado com facilidade pelo setor defensivo cianortense. Mesmo criando as maiores chances, o Leão não conseguiu levar a vantagem para o segundo tempo e as equipes foram para o intervalo em igualdade no placar.   

O time cianortense voltou para o segundo tempo decidido a consolidar a vitória. Com o mesmo ímpeto que iniciou a partida, o Leão partiu para cima e envolveu o adversário. E o gol de desempate saiu logo aos 3 minutos. Rodrigo Alves fez uma bela jogada pela esquerda, cruzou na aera e, oportunista, Valdo Gigante anotou o segundo gol cianortense.   

Nos momentos de perigo proporcionados pelo adversário, lá estava o goleiro João Gabriel para passar segurança ao Cianorte. Letal, o time cianortense “matou o jogo” logo aos 13 minutos da etapa complementar. Xavier recebeu um passe açucarado de Valdo Gigante, partiu em velocidade e pelo lado esquerdo, tirou do goleiro e tocou para o fundo do gol para fazer o terceiro gol do Leão.   

A partir daí, o time de Paulo Turra só administrou o placar e garantiu a vantagem  para o confronto de volta. Fim de jogo: Prudentópolis FC. 1 x 3 Cianorte FC.
 

O Leão do Vale agora tem a vantagem do empate ou até uma derrota por um gol de diferença para ficar com o título. O confronto de volta acontece no próximo domingo, dia 05, às 15h30, no Albino Turbay.
Fonte: 
Martins Neto/Assessoria de Imprensa

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.