Pular para o conteúdo principal

Atlético passa por cima do Coritiba e fica próximo de encerrar jejum de títulos


O Atlético encaminhou nesse domingo (1.º) o fim do jejum de títulos que já dura sete anos no clube. Ao aplicar 3 a 0 no rival Coritiba, na primeira partida da final do Paranaense, o Furacão transformou a festa da torcida em praticamente uma comemoração antecipada na Arena da Baixada, inclusive com coro de ‘é campeão’.

 O zagueiro Thiago Heleno, o atacante Ewandro e o volante Hernani marcaram os gols, todos no segundo tempo, com apenas 16 minutos de intervalo entre eles. Mesmo se perder por dois gols de diferença no duelo de volta, no próximo domingo (8), às 16 horas, no Couto Pereira, o Rubro-Negro levantará a primeira taça desde o campeonato estadual de 2009. 

Triunfo coxa-branca por três gols de diferença leva à disputa de pênaltis. Há dois anos – cinco partidas – que o vermelho e preto não levava a melhor sobre o verde e branco no clássico. A teoria de que a primeira perna da final é decisiva para definir o campeão do Paranaense coloca o time de Paulo Autuori com uma mão na conquista. 

A última vez que uma equipe ficou em desvantagem no momento mais importante do torneio e conseguiu reverter o panorama foi em 2005, quando o próprio Furacão comemorou em cima do Coxa. Outro fator que pesaria contra o Furacão em caso de um placar negativo é o histórico recente na casa do maior rival. A última vitória atleticana no Alto da Glória foi em 2008.
Resultado de imagem para gazeta do povo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.