Pular para o conteúdo principal

VIDEO: Um anjo de pernas tortas


Muitos dizem que Pelé ganhou 3 copas do mundo mas na verdade a copa de 1962 foi dada a Pelé pelo fantástico Mané Garrincha. Pelé só jogou uma partida e se machucou. Então Garrincha jogando em um time bem limitado fez até chover, fez tudo o que era humanamente possível e ganhou a copa para o Brasil. Pelé nunca agradeceu a Garrincha. 
Talvez porque sentiu ciumes já que Garrincha foi eleito o melhor jogador do mundo em 1962. Alias em 1983 em entrevista a cultura Pelé disse que não foi ao enterro de Garrincha pois Garrincha não era seu amigo. Garrincha esteve para o Brasil em 1962 como Maradona esteve para a Argentina em 1986. Em 1958 o Brasil teve Pelé e Garrincha.Em 1962 só Garrincha. Em 1970 só Pelé.

O Brasil teria vencido a copa de 1970 mesmo sem Pelé pois tinha,Jairzinho,Rivelino,Gerson,Clodoaldo,o grande Tostão...Mas jamais teria ganhado a copa de 1962 se não houvesse a presença do fantástico Mané Garrincha. Naquela copa era Garrincha contra o mundo,e ele venceu. Assim como em 1986 era Maradona contra o mundo, Em 62 Mané venceu e o Brasil inteiro por causa dele foi campeão do mundo. Mané foi intitulado pelo povo como,A alegria do povo. A alegria do povo que o povo infelizmente o povo esqueceu tão depressa. Talvez Pelé tenha sido realmente o maior jogador da história do futebol mas ninguém ganhou uma copa do mundo como Garrincha e Maradona.
VIDEO:

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.