ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Video : Tricolor domina o Toluca e larga na frente nas oitavas!

VIDEO
Em noite que o torcedor são-paulino está acostumado – frio e Morumbi lotado na Libertadores da América -, o Tricolor goleou o Toluca-MEX por 4 a 0 e largou na frente nas oitavas de final em grande estilo. Envolvente do primeiro ao último minuto e sem deixar os mexicanos gostarem do jogo, o time de Patón impressionou nesta quinta-feira (28) e conseguiu minimizar até mesmo a ausência do artilheiro Calleri (suspenso). Com atuação convincente e disposição de sobra, o Tricolor neutralizou o adversário e ganhou o direito de ser derrotado por até três gols de diferença na próxima semana, fora de casa, que ainda assim avançará para as quartas de final.
Centurión, inspirado e artilheiro da noite com dois gols, Michel Bastos – com a eficiência de sempre – e Thiago Mendes – com o desempenho que o fez garantir a confiança da torcida na temporada passada – balançaram as redes para garantir o importante triunfo. Além dos três goleadores, os outros guerreiros são-paulinos também deixaram boa impressão e mostraram que o clube está cada vez mais firme em busca do tetracampeonato! Que venha o duelo de volta, porque o São Paulo ressurgiu em 2016 após a emocionante classificação na fase de grupos e está mais forte!
Sem poder contar com Denis, suspenso, Bauza deu uma oportunidade para o Renan Ribeiro. Além do camisa 1, o argentino Calleri também estava fora de combate após receber o cartão vermelho no heroico empate com o The Strongest-BOL (1 x 1), na altitude de La Paz. A lista de baixas ainda contou com Breno (tendinite no joelho direito), Carlinhos (estiramento no posterior da coxa esquerda), Daniel (trauma no joelho direito), João Schmidt (entorse no joelho direito), Rogério (estiramento no posterior da coxa esquerda) e Lugano (lesão muscular).
Assim, Patón apostou na entrada de Centurión ‘no comando de ataque’ escalou o time são-paulino com Renan Ribeiro, Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Michel Bastos, Kelvin e Centurión. Já o adversário começou a partida com Talavera; Galindo, Da Silva, Rojas e Velasco; Saucedo, Esquivel, Ríos e Trejo; Vega e Jordan Silva. E quando a bola rolou, empurrado pela torcida – que fez uma grande festa nas arquibancadas -, o Tricolor tratou logo de encurralar os mexicanos e ditou o ritmo do primeiro tempo.
Logo aos dez minutos, Michel Bastos recebeu de Ganso e arriscou de fora da área. O goleiro do Toluca espalmou por cima do gol e mandou para escanteio. Na cobrança, as redes quase balançaram: Ganso cabeceou e o arqueiro do Toluca fez nova defesa. Sem deixar o ritmo cair e em busca de alguma vantagem para o duelo de volta, os brasileiros seguiram com superioridade e criaram outras boas oportunidades. Aos 13, Ganso recebeu de Centurión e arriscou de fora da área. Talavera defendeu como pôde e, na volta, a zaga afastou o perigo.
O Maestro Paulo Henrique Ganso e o versátil Michel Bastos eram os grandes articuladores da equipe e assustavam constantemente os visitantes, que não conseguiam cruzar a linha do meio de campo com a bola nos pés. O domínio tricolor, então, foi traduzido em gols para garantir a festa dos torcedores. Aos 27, após cobrança de lateral na direita, a bola pingou na área, encobriu Paulo da Silva e sobrou para Michel Bastos, que bateu cruzado, no canto esquerdo! 1 a 0! Festa da torcida são-paulina e muita vibração do camisa 7!
O tento não diminuiu a intensidade dos anfitriões, que dominavam o confronto com certa facilidade. No minuto seguinte após o zero sair do placar, novamente Michel Bastos apareceu bem na frente e finalizou: o goleiro espalmou. Na sequência, aos 29, Kelvin também deu trabalho. O atacante recebeu de Ganso na direita e cruzou para a área. A bola foi direto para o gol e acertou a trave direita. Pressão do São Paulo! Pouco depois, aos 34, novamente Kelvin ficou no quase: Ganso acionou Mena na esquerda, o lateral foi no fundo e cruzou para Kelvin que, de pé esquerdo, chutou no travessão!
O marcador parecia definido antes do intervalo, apesar do ritmo avassalador dos donos da casa, quando Centurión pôde celebrar a sua grande atuação com o gol. Brigador e com jogadas envolventes, o argentino infernizou a vida dos defensores mexicanos e marcou um verdadeiro golaço aos 45 minutos: o camisa 20 recebeu na esquerda, driblou o marcador e bateu cruzado, no ângulo esquerdo de Talavera, que nada pôde fazer. 2 a 0 e mais festa no Morumbi!
Na volta para a segunda etapa, com a mesma entrega do primeiro tempo, o São Paulo manteve o rival preso no campo de defesa e logo arrancou mais gritos de gols da torcida. Aos sete minutos, Thiago Mendes recebeu na entrada da área, tabelou com Ganso, recebeu e, de pé direito, bateu no canto esquerdo: 3 a 0! Os torcedores são-paulinos não paravam de cantar nas arquibancadas e deixavam o confronto com uma atmosfera ainda mais especial para empurrar o time. A pressão tricolor não permitia que os visitantes explorassem as jogadas e os números comprovavam a superioridade. Em determinados momentos, os mandantes tiveram mais de 75% de posse de bola.
E foi justamente assim, além de muita garra para ampliar a goleada, que o São Paulo fechou o placar na capital paulista. Aos 16, Michel Bastos cruzou da esquerda, Ganso disputou no alto com a zaga do Toluca e a bola sobrou para Centurión, que bateu de pé direito, no canto direito! 4 a 0! O Morumbi explodiu de alegria e celebrou a memorável vitória. Daí em diante, com o resultado garantido e o duelo controlado, Patón aproveitou para preservar alguns guerreiros são-paulinos e promoveu as entradas de Alan Kardec, Wesley e Lucas Fernandes.
A tradicional ‘ola mexicana’ animou os torcedores nas arquibancadas e celebrou a goleada! Que venha o jogo de volta na próxima semana.
Conteúdo : São Paulo FC