ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

domingo, 24 de abril de 2016

Responsável por empate, Rafael Marques lamenta pênalti perdido


Responsável por empatar o confronto com o Santos por 2 a 2 de maneira milagrosa no tempo normal, o atacante Rafael Marques desperdiçou uma das cobranças de pênalti na Vila Belmiro. Abatido, o palmeirense lamentou a derrota por 3 a 2 na semifinal do Campeonato Paulista. 

Com o placar em 2 a 0 para o Ronsável por empatar o confronto com o Santos por 2 a 2 de maneira milagrosa no tempo normal, o atacante Rafael Marques desperdiçou uma das cobranças de pênalti na Vila Belmiro. Abatido, o palmeirense lamentou a derrota por 3 a 2 na semifinal do Campeonato Paulista.

Nos pênaltis, Peixe vence e fatura Paulistão 2015

Azarão no início do Campeonato Paulista, quando perdeu jogadores importantes e enfrentou uma crise financeira com salários atrasados, o Santos conquistou o Campeonato Paulista na decisão por pênaltis (4 a 2) – no tempo normal venceu o Palmeiras por 2 a 1, 4, na Vila Belmiro. 

O 21.º título paulista do Santos tem a grife dos veteranos Robinho e Ricardo Oliveira, artilheiro da competição com 11 gols. O Paulistão de 2015 marca a quarta conquista do Santos em sete finais consecutivas, desde 2009, com as taças de 2010, 2011, 2012 e a desta temporada. Remontado no início do ano, com 20 contratações e troca radical no comando do futebol, o Palmeiras foi longe. Da frustração por não ter sido campeão, sobra o alicerce de um time de muito futuro ainda neste ano. 

 O Santos, embora tenha procurado mais o gol, ficou à espreita de um erro, uma falha no sistema defensivo. E foi feliz em duas bobeadas do rival alviverde. Na primeira, quando pediu impedimento de Robinho na sobra de um balão de Valencia. 

O craque não estava impedido e serviu David Braz para fazer o gol. Um tanto desnorteados, os palmeirenses cometeram outro erro em uma infeliz rebatida de Vitor Hugo que sobrou para Ricardo Oliveira “matar” Fernando Prass. A primeira etapa terminou com as expulsões de Dudu e Geuvânio que se enroscaram. No segundo tempo, o Santos se acovardou, recuando como um time pequeno. Robinho sumiu. 

O Palmeiras avançou e chegou ao gol – Lucas com passe magistral de Valdivia -, que levaria a decisão do campeonato aos pênaltis. Nas penalidades, o Santos confirmou o título com quatro gols convertidos. Rafael Marques e Jackson perderam para o Palmeiras. Festa do Peixe.