Pular para o conteúdo principal

Lugano sofre estiramento na coxa esquerda e para por três semanas


Resultado de imagem para lugano spfc

O zagueiro Diego Lugano vai desfalcar o São Paulo por ao menos três semanas. O jogador sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda durante a goleada sofrida por 4 a 1 para o Osasco Audax, no final de semana, e terá de ficar parado para recuperar-se do problema. Dessa forma, ele está fora do duelo contra o Strongest, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela rodada final da fase de grupos da Copa Libertadores. 

A zaga na decisão será formada por Maicon e Rodrigo Caio. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Tricolor na manhã desta terça, um dia depois de Lugano dar entrevista pedindo cabeça e inteligência aos companheiros para vencer as dificuldades de La Paz, capital boliviana, situada a 3.600m do nível do mar. 

Como na segunda só foi feito um trabalho regenerativo com os titulares do embate em Osasco, o uruguaio conseguiu confirmar a contusão apenas no dia seguinte. O ídolo da torcida se junta a Breno, Rogério, João Schmidt e Renan Ribeiro no grupo dos contundidos do elenco. Dentre esses, a situação mais preocupante segue sendo a do primeiro. 

Com tendinite no joelho direito e lutando para recuperar a massa muscular perdida nesses mais de dois meses de recuperação, Breno trabalha para retornar ao menos aos trabalhos com bola no campo. Com oito pontos, o São Paulo busca ao menos um empate na casa do adversário para seguir rumo às oitavas de final da Libertadores. Caso não consiga, é provável que a partida seja a única em que Lugano ficaria fora, já que o próximo jogo está programado apenas para os dias 14 ou 15 de maio, estreia pelo Campeonato Brasileiro, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro.
Resultado de imagem para footstats

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.