F1 : Rosberg lidera com folga o primeiro treino livre em Sochi

Rosberg liderou o primeiro treino.
Alemão vive uma fase excelente e voltou a ser mais rápido do que o seu companheiro de equipe nesta primeira atividade na pista russa. 
TL1 - Sochi Nico Rosberg começou com o pé direito o fim de semana do GP da Rússia. Nesta manhã de sexta-feira em Sochi, o atual líder do campeonato não teve dificuldades para garantir o melhor tempo do primeiro treino livre. O piloto do carro de número 6 fechou a manhã tendo a sua melhor volta registrada com o tempo de 1min38s127. Fazendo uma comparação com o seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que terminou na segunda colocação, a diferença entre os tempos ficou em 0,7s, com o britânico cravando 1min38s839.

  Com as duas Mercedes na frente, a Ferrari tratou de colocar seus carros na terceira e quarta colocação na tabela de tempos. Sebastian Vettel foi o terceiro mais rápido, tendo registrado o tempo de 1min39s175 quase no final da sessão. Já o seu companheiro de equipe, Kimi Raikkonen, foi o quarto colocado com o tempo de 1min39s332. 

 O brasileiro Felipe Massa acabou sendo a grata surpresa desta manhã. O piloto da Williams não vinha apresentando um desempenho competitivo durante a primeira hora de movimentação, mas evoluiu bastante nos 30 minutos finais e garantiu o quinto tempo mais rápido da manhã (1min39s365). Apesar do bom desempenho dos carros que ocuparam as cinco primeiras posições do grid, quem roubou a cena neste primeiro treino livre foi Daniel Ricciardo, da Red Bull. Não pelo seu desempenho, já que terminou na sexta colocação, e sim por ter sido o responsável por testar pela primeira vez o Aeroscreen da Red Bull. 

 A peça é a “concorrente” do Halo, desenvolvido pela Mercedes e Ferrari. O objetivo delas é ser a alternativa para proteger mais a cabeça do piloto em caso de uma colisão. Valtteri Bottas, companheiro de Felipe Massa na Williams, terminou o treino com o sétimo tempo mais rápido. Logo atrás dele apareceu Daniil Kvyat, da Red Bull. Sergio Pérez, da Force India, e Carlos Sainz, da Toro Rosso, fecharam o top 10 em nono e décimo, respectivamente. 

 Na parte de baixo da tabela de classificação, o destaque ficou por conta do brasileiro Felipe Nasr. O piloto da Sauber, agora usando um novo chassi, colocou oito décimos em cima do seu companheiro de equipe, mostrando que suas críticas podem ter fundamento.

Postagens mais visitadas deste blog

UOL :Caçula da Rio-2016 treina por SMS, supera maiô rasgado e vence prova

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota