Pular para o conteúdo principal

VIDEO : Morreu Johan Cruyff, um dos maiores do futebol


Foi uma das maiores figuras do futebol mundial, como jogador e treinador. O holandês Johan Cruyff morreu nesta quinta-feira aos 68 anos, anunciou o seu site oficial. Johan Cruyff tinha câncer do pulmão desde o ano passado e chegou a protagonizar uma campanha contra o tabaco cujo lema era: 

“Na minha vida tive dois grandes vícios: fumar e jogar futebol. O futebol deu-me quase tudo na vida, ao contrário, fumar quase a tirou." Cruyff é considerado um dos maiores futebolistas da história, ao lado de nomes como Pelé, Maradona, Di Stefano, Puskas ou Eusébio, e o seu nome ficou para sempre associado ao "Futebol total", o estilo de jogo da seleção holandesa de que hoje o Barcelona é o melhor exemplo. “Perdi um amigo. 
O mundo perdeu um grande senhor. Admirava-o muito. Era um jogador de excepção. Foi o melhor jogador de todos os tempos”, reagiu o ex-jogador francês Michel Platini, que até há pouco tempo presidiu à UEFA e que foi suspenso do cargo por seis anos.
Resultado de imagem para PUBLICO PT PNG LOGO

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.