Pular para o conteúdo principal

Seleção tem lembranças ruins de encontros recentes com Paraguai


Paraguai eliminou o Palmeiras nas quartas de final da Copa América 2015 

Em um confronto direto na tabela de classificação das Eliminatórias Sul-Americanas, Brasil e Paraguai duelam às 21h45 (de Brasília) desta terça-feira, no Estádio Defensores Del Chaco. Os encontros mais recentes com o adversário trazem lembranças ruins à equipe pentacampeã mundial.
Paraguai bateu Brasil na Copa América em 2015 e 2011 


Nos dois últimos confrontos, ambos pelas quartas de final da Copa América, o Paraguai saiu vitorioso nos pênaltis. Em 2011, com Mano Menezes no comando, o Brasil empatou sem gols no tempo normal e perdeu por 2 a 0 nas batidas. Neymar participou da partida realizada em La Plata-ARG. Quatro anos depois, Paraguai e Brasil voltaram a se encontrar nas quartas de final da Copa América. Na cidade chilena de Concepción, após empate por 1 a 1 no tempo normal, os adversários ganharam por 4 a 3 nos pênaltis. Daniel Alves, Miranda, Filipe Luís, Fernandinho e Willian foram titulares do técnico Dunga na ocasião. Porém, se as últimas lembranças contra o Paraguai são ruins, o domínio do Brasil perdura. Em 77 partidas, os brasileiros venceram 46, empataram 20 e perderam apenas 11. A Seleção marcou 168 gols e sofreu 64, registrando um saldo de 104 gols positivos.
Resultado de imagem para footstats

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.