Robinho faz novo golaço, e Palmeiras vence o Choque-Rei no Pacaembu




Em 2015, Robinho especializou-se em marcar golaços no São Paulo ao acertar dois belos chutes de cobertura em Rogério Ceni. O ídolo tricolor já se aposentou, mas o camisa 27 do Palmeiras mais uma vez brilhou no Choque-Rei: em um lindo tiro de perna esquerda, acertou o ângulo de Denis e decretou a vitória alviverde por 2 a 0 no Pacaembu – Dudu fez o primeiro. 

Apesar do placar, a atuação do time, que a partir desta segunda-feira terá Cuca no comando, não foi tão boa. O Tricolor, recheado de reservas, foi superior em parte dos dois tempos no estádio municipal, mas só acertou o gol em tiros fáceis para Fernando Prass. Na sua melhor chance, o time do Morumbi balançou a rede com João Schimidt, lance anulado por impedimento bastante discutível na etapa inicial.

Os palmeirenses também tiveram motivos para reclamar do trio de arbitragem. Dudu saiu cara a cara com Denis e marcou por cobertura, mas também teve o impedimento, duvidoso, assinalado. 

Diante de um público modesto no estádio municipal (pouco mais de 13 mil pagantes), o São Paulo de Bauza mostrou-se mais organizado, paciente para rodar a bola e incomodar especialmente o lado direito do Verdão. Enquanto isso, Valentim mostrava-se agitado no banco, gesticulando e reclamando a cada jogada errada na saída de bola alviverde.

O interino alviverde, que na sexta havia dito que precisava corrigir “um pouco de tudo” no Verdão, colocou Dracena, Matheus Sales, Arouca, Allione no time. Mas a decisão mais chamativa foi tirar Dudu da armação e recolocá-lo aberto no ataque. Apagado durante boa parte do jogo, o camisa 7 começou a definir o clássico ao entrar como centroavante na área depois de um bom cruzamento de Alecsandro para encher o pé e abrir o placar. Um castigo para o São Paulo, que não soube definir quando jogou melhor. Robinho fechou a conta.

Agora, o Verdão chega ao quarto Choque-Rei invicto – são três vitórias e um empate. O Palmeiras volta a liderar o grupo B do Paulista, e o São Paulo é o segundo no grupo C. A semana agora é de Libertadores. Na quarta, o Tricolor, e na quinta, o Alviverde, de técnico novo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 2 PALMEIRAS 

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data-Hora: 13/3/2016 - 11h (horário de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Carlos Augusto Nogueira Júnior
Público/Renda: 13.466 pagantes / R$ 495.978,00
Cartões amarelos: Hudson, Maicon, Caramelo e João Schmidt (SAO) Edu Dracena, Matheus Sales e Dudu (PAL) 
Gols: Dudu 29' 2ºT (0-1), Robinho 41' 2ºT (0-2)

SÃO PAULO: Denis; Mateus Caramelo, Rodrigo Caio, Maicon e Carlinhos; Hudson, João Schmidt e Daniel (Ganso 15' 2ºT); Michel Bastos, Rogério (Centurión 26' 2ºT) e Alan Kardec (Calleri 15' 2ºT). Técnico: Edgardo Bauza

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas (João Pedro - intervalo), Edu Dracena (Thiago Martins 20' 2ºT), Vitor Hugo e Zé Roberto; Matheus Sales, Arouca, Robinho e Allione; Dudu (Gabriel Jesus 34' 2ºT) e Alecsandro. Técnico: Alberto Valentim.

Resultado de imagem para lancenet png

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"