Nike cancela lançamento de nova camisa da seleção no Rio por medo de protestos


Photo
RIO DE JANEIRO (Reuters) - A fabricante de materiais esportivos Nike cancelou evento no Rio de Janeiro nesta quinta-feira para o lançamento da nova camisa da seleção brasileira por temor de que protestos pela nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil pudessem atrapalhar o evento.
Manifestações foram realizadas em diferentes cidades do país na quarta-feira, com milhares de pessoas indo às ruas para protestar contra o governo da presidente Dilma Rousseff e a nomeação de Lula, que é alvo de investigação da operação Lava Jato.
"Não sabemos como o Rio vai estar hoje. Foi uma medida preventiva porque teríamos muita imprensa e atletas em um lugar aberto", disse um assessor da Nike à Reuters por telefone.
Segundo ele, a decisão não foi influenciada pelo fato de os manifestantes muitas vezes usarem a camisa da seleção, feita pela Nike, durante protestos. Um evento em Nova York de lançamento da nova camisa seguirá como planejado.
Até o meio-dia não houve manifestações de tamanhos consideráveis no Rio de Janeiro.
                                  (Reportagem de Stephen Eisenhammer)
Reuters Brasil

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"