Pular para o conteúdo principal

Goleiros do Cianorte trabalham duro no dia a dia

Goleiros do Cianorte trabalham duro no dia a dia
Desde que chegou ao Cianorte FC, há cerca de seis anos, o preparador de goleiros Santos Pretestato, o “Prê”, vem desempenhando um excelente trabalho com os arqueiros do Leão do Vale. 

O clube sempre teve a fama de contar com bons goleiros em seu plantel e Santos Pretestato é um dos responsáveis por este sucesso. A experiência do profissional faz com que os atletas do Leão demonstrem muita tranquilidade durante os treinamentos.
 

Atualmente, o Leão conta com três goleiros no seu plantel: João Gabriel, Jaílson e Matheus Faganello. O objetivo de Santos Pretestato é deixar todos os goleiros no mesmo padrão. Todos treinam firme para ajudar o time de Paulo Turra quando acionados. Além dos treinamentos com o restante do elenco, os goleiros cianortenses também trabalham os fundamentos específicos da posição.

Reza a lenda que, onde o goleiro joga, não nasce nem grama. A vida de goleiro é mesmo difícil. Muitas vezes podem ir do céu ao inferno numa só partida. São os primeiros a chegarem e os últimos a saírem.Todo suor e empenho tem só um objetivo: ajudar o Cianorte Futebol Clube.
Fonte: 
Martins Neto/Assessoria de imprensa

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.