Pular para o conteúdo principal

Flamengo 2016 é muito mais tiki-taka do que 'Muricybol'

Muricy Ramalho foi tricampeão brasileiro com o São Paulo entre 2006 e 2008 utilizando um estilo de jogo não muito vistoso. A aposta eram os cruzamentos e gols de bola parada. Agora, o treinador nem parece mais o mesmo e tem feito, no Flamengo, um futebol que lembra muito mais o tiki-taka do Barcelona de anos atrás.
Os números mostram que o time rubro-negro tem se aperfeiçoado com a bola nos pés. No Campeonato Carioca de 2015, a equipe teve média de 393 passes por jogo e 91% certos. Agora no estadual deste ano, sob o comando de Muricy, são 463 passes e 93% de acerto.
Além disso, no Carioca 2015, a equipe tinha média de 25 cruzamentos por partida, enquanto, agora, são 20 bolas aéreas por jogo.
Mas não para por aí, e a melhora vai além do estadual. Os números apresentados até aqui no começo de 2016 também são melhores dos do Brasileiro de 2015: 390 passes por partida e 90% de acerto.
No Carioca deste ano, o Flamengo é o vice-líder do grupo B, com 19 pontos, um a menos do que o Botafogo, mas já classificado para a Taça Guanabara.
Gustavo Setti, do ESPN.com.br
ESPN
Resultado de imagem para msn esportes logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco