ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Trâmite burocrático por Bolaños quase complica o Grêmio

A CBF quase enlouqueceu o Grêmio. A entidade, além do feriado de Carnaval, tinha programado a suspensão do Boletim Informativo Diário (BID) para a manutenção na quinta e sexta-feira. Ou seja, a regularização de qualquer jogador só seria possível na segunda-feira, justamente o última dia para a inscrição da lista da Libertadores. Os clubes reclamaram, e a revisão acabou postergada para daqui duas semanas. 

 O Tricolor corre para regularizar as situações de Miller Bolãnos e Henrique Almeida. O equatoriano fez nesta quarta-feira o CPF e a permissão para residência e trabalho no Brasil. Falta a carteira de trabalho que será encaminhada na quinta-feira, já que o Ministério Público do Trabalho teve feriadão prolongado. Após toda a documentação, o departamento jurídico pode iniciar o trâmite no Transfer Matching System (TMS), que é o mecanismo da Fifa para as transferências internacionais, composto por seis passos. Muitas vezes o processo pode ser demorado, mas o Grêmio conta com a ajuda do Emelec para acelerá-lo, especialmente na Federação Equatoriana de Futebol. 

 Henrique Almeida tem a situação um pouco mais tranquila. Se não fosse a paralisação durante o Carnaval, seu nome já estaria no BID, e, ao menos pelo lado jurídico, ele estaria liberado para estrear. 

No entanto, o centroavante ainda precisa aprimorar a parte física. Uma última alternativa para ganhar mais tempo é postergar o envio da relação dos 30 atletas da Libertadores para terça-feira, véspera do primeiro jogo pelo torneio sul-americano. Como consequência, o clube teria que pagar uma multa, de US$ 10 mil (quase R$ 40 mil), para a Conmebol.