Sunderland rescinde contrato de Johnson após caso de assédio


EFE Londres fev 2016
O Sunderland anunciou a rescisão do contrato do inglês Adam Johnson horas depois do jogador se declarar culpado perante um tribunal britânico por ter beijado uma menor de idade após tê-la assediado através de internet.
"Depois de ter se declarado culpado, o clube decidou pôr fim ao contrato de Adam Johnson com efeito imediato. O clube não fará nenhum comentário a mais", informou o Sunderland mediante um comunicado publicado em seu site.
Na quarta-feira passada, o meia, de 28 anos, admitiu perante o tribunal de Bradford (norte da Inglaterra) uma acusação de atividade sexual com uma menina de 15 anos e outra de assédio.
Johnson, antigo jogador de Middlesbrough, Leeds, Watford e Manchester City, foi detido em 2 março de 2015.
O Sunderland, que pagou 10 milhões de libras (13 milhões de euros) por seus serviços ao City em 2012, o suspendeu depois da detenção, mas ele voltou ao clube após ser posto em liberdade mediante pagamento de fiança.
Nesta temporada, Johnson disputou apenas quatro encontros com o time, em um começo de campanha marcado pelas recorrentes lesões.
O inglês, que admitiu que sabia que a jovem era menor de idade, é acusado de ter acossado entre 30 de dezembro de 2014 e 26 de fevereiro de 2015 -quando sua mulher, Stacey Flounders, estava grávida do primeiro filho do casal- uma menina de 15 anos e de tê-la beijado posteriormente.
Resultado de imagem para EFE

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"