Pular para o conteúdo principal

Seleção Brasileira no Curso de treinadores




Diferentes funções, mas o mesmo objetivo: a evolução e a profissionalização da Seleção Brasileira e do futebol nacional. Quatro profissionais das categorias de base da Seleção Brasileira realizam o Curso de treinadores da CBF - Licença B neste mês na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). 

 O coordenador de captação, Paulo Xavier; o auxiliar técnico da Sub-17, Odair Hellmann; o auxiliar técnico da Sub-15, Rafael Alan; e o analista de desempenho, Maurício Dulac, são os representantes da Seleção no curso. × Powered By CoronaBorealis Do outro lado da bancada e também representando da Seleção está o professor Rogério Micale, técnico da Sub-20 – vice-campeão Mundial em 2015. Micale foi treinador da equipe sub-20 do Atlético Mineiro durante seis anos e desde lá já trabalhava nos cursos da CBF. 

O comandante foi responsável por falar sobre os treinamentos em campo nas categorias de base. – Hoje, o futebol, cada vez mais, tem que ter uma equipe interdisciplinar, em que todos têm de conhecer quase que profundamente cada área de atuação, como a preparação física, psicologia, nutrição, técnica e tática, que cabe ao treinador – explicou Micale. A licença B beneficia os profissionais das categorias de base, ex-jogadores e formados na licença C.
CONTEÚDO HOME PAGE DA CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco