Rio 2016 divulga primeiros nomes de atletas que vão levar a tocha olímpica

rio2016_banner



Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil 


Alguns nomes de atletas, ex-atletas e personalidades que vão levar a tocha olímpica e o percurso que ela fará pelo país foram divulgados hoje (24) pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e patrocinadores do evento. No total, a tocha vai passar por 329 cidades, que podem ser consultadas por região e estado, no site do comitê. Entre os atletas que participarão do revezamento estão a tenista Maria Esther Bueno, o nadador Gustavo Borges, a velejadora Isabel Swan, o nadador Clodoaldo Silva, a ginasta Laís Souza, a jogadora de vôlei Fabiana e a de vôlei de praia Adriana Behar. O atleta da paracanoagem Caio Ribeiro, o ultramaratonista Weimar Pettengill e o arqueiro indígena Gustavo Santos também vão participar. 

 Os nomes foram escolhidos pelos patrocinadores Bradesco, Coca-Cola e Nissan, que também incluíram pessoas envolvidas em projetos sociais e artistas, como o cantor Di Ferrero. De acordo com o Comitê Rio 2016, a judoca Erika Miranda foi escolhida para representar todas as mulheres atletas do país. A ex-ginasta Laís Souza disse que está ansiosa para participar do revezamento e lembrou que, em suas participações em olimpíadas anteriores, nunca pode comparecer à abertura: “Nossa competição era sempre no segundo dia e a gente ficava descansando no hotel. Agora, vários sonhos vão vir à tona, e várias coisas vão passar na minha cabeça”, disse a atleta, que conta com a presença do público. “Espero movimentar o máximo de pessoas possível. Estou bastante ansiosa”. Tenista número um do mundo em 1959, Maria Esther Bueno também comemorou o convite, principalmente porque, em sua época de atleta, o tênis não era um esporte olímpico. 

“Vai ser uma olimpíada única e fantástica. Acho que é a chance de os brasileiros verem de perto os melhores atletas do mundo.” No percurso de Brasília até o Rio de Janeiro, a tocha vai passar pelas cinco regiões do país, por paisagens famosas como a Chapada Diamantina, os Lençóis Maranhenses e o arquipélago Fernando de Noronha. O revezamento começa no dia 3 de maio e termina na abertura dos jogos, em 5 de agosto, no Maracanã. A tocha será acesa em Atenas, na Grécia, em 21 de abril. No Brasil, serão percorridos 20 mil quilômetros por rodovias e 10 mil pelo ar. A Força Nacional vai acompanhar o percurso. 

  Edição: Denise Griesinger
Resultado de imagem para ebc agencia brasil

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"