Pular para o conteúdo principal

Internado após mal súbito , em treino atleta do XV morre aos 21 anos


Por Redação Terceiro Tempo - 01/02/2016 10:20
O lateral-direito Cláudio Canavarros de Freitas morreu nesta segunda-feira (01), no Emcor (Emergência do Coração), em Piracicaba-SP. O jogador do XV de Piracicaba havia sofrido um mal-súbito em um treinamento da equipe há uma semana e estava sendo mantido em coma induzido desde então.
A situação de saúde do jogador, que inicialmente já era grave, piorou ainda mais após ser detectado um edema cerebral, o que obrigou a implantação de um cateter para tentar estabilizar sua pressão craniana.
Nascido em Dourados-MS, Canavarros tinha 21 anos de idade e teve passagens pelas categorias de base do Santos e do Grêmio, clube onde se profissionalizou. Em 2015 atuou pelo Inter de Lages, onde se destacou e foi contratado pelo XV de Piracicaba para a disputa do Paulistão de 2016.
Local e horário do velório e do enterro do jogador ainda não foram informados pelo clube piracicabano.
Resultado de imagem para blog terceiro tempo milton neves

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.