Pular para o conteúdo principal

GOAL : Quatro em cada cinco jogadores no Brasil ganham até R$ 1 mil

Ironicamente, a CBF criou um novo sistema para mostrar uma evolução em sua transparência, mas só provou como o futebol brasileiro tem problemas gritantes atualmente. Isso porque é possível ver a diferença absurda de salários entre os mais de 20 mil jogadores do país. Um levantamento da revista Época, feito a partir dos dados da CBF, mostrou que apenas quatro em cada cinco jogadores no Brasil ganham até R$ 1 mil. Isso significa que a maioria dos atletas ganha menos do que serventes de obras, catadores de lixo e tratadores de porcos. 

Algo muito distante da riqueza dos atletas que aparecem na mídia. Outro dado preocupante é sobre o desemprego de jogadores. Dos 28.203 atletas profissionais que tinham contrato assinado no início de 2015, somente 11.571 chegaram a janeiro de 2016 com contrato ativo. 

Ou seja, quase 60% dos jogadores perderam emprego durante a temporada. Os dados dos atletas que recebem cifras milionárias só agravam essa diferença: existem 226 jogadores de futebol com salários acima de R$ 50 mil. Eles são apenas 0,8% do total. 

 Claro que a transparência desse novo sistema da CBF é importante. A entidade merece ser elogiada por ter revelado essas informações que sempre foram conhecidas, mas nunca com dados tão precisos e impressionantes. Mas, além de mostrar a realidade, a CBF também tem que mudá-la.
Resultado de imagem para yahoo esporte

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.