Pular para o conteúdo principal

Cianorte FC vence o Genus-RO no sétimo teste preparatório

Cianorte FC vence o Genus-RO no sétimo teste preparatório

Na tarde da ultima quarta-feira (17) o Cianorte FC recebeu o Sport Club Genus, de Porto Velho, para o seu sétimo teste preparatório visando a disputa da divisão de acesso do Campeonato Paranaense 216.

Com gols de Breno (2) e Jovany, o Cianorte FC venceu o jogo-treino pelo placar de 3 a 0.Foi a sétima vitória do Leão em sete testes preparatórios ja realizados. O próximo será diante do ACP, sábado (20), as 17h, em Paranavai. A estreia do Leão acontece no dia 27/02, contra a Portuguesa Londrinense, na casa do adversário.

Atividades realizadas até o momento: 

- Cianorte FC 7 x 1 Seleção Amadora 
- Seleção Amadora Rondon 1 x 2 Cianorte FC 
- Toledo 1 x 4 Cianorte FC 
- Maringá FC 0 x 1 Cianorte FC 
- Cianorte FC 2 x 1 Seleção Amadora
- Cianorte FC 1 x 0 América de Campo Mourão
- Cianorte FC 3 x 0 Genus-RO
Cianorte Futebol Clube - O Leão do Vale do Ivaí
Fonte: 
Martins Neto/Assessoria de imprensa

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco