Pular para o conteúdo principal

1999 ,o ano que o Flu foi campeão da Terceira Divisão


O Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C de 1999 foi a terceira divisão do futebol brasileiro disputado entre 29 de Agosto e 23 de Dezembro. 

A fórmula de disputa foi a seguinte: primeira fase com 36 equipes, divididas em 6 grupos de 6, jogando em turno e returno dentro das chaves.

 Classificavam-se para a próxima fase os dois primeiros de cada grupo, mais os quatro melhores terceiros colocados independente da chave. Na segunda fase as equipes se enfrentavam em mata-mata, classificando os 4 melhores para uma fase final em turno e returno. 

 O campeão foi o Fluminense do Rio de Janeiro, que junto com o São Raimundo-AM do Amazonas ganharia o direito de disputar a Série B em 2000. No entanto este campeonato não ocorreu, por conta de problemas jurídicos ocasionados por aquele que ficou conhecido como o "Caso Sandro Hiroshi", envolvendo inicialmente o Botafogo (RJ), São Paulo (SP) e Gama (DF), mas depois, com a não realização do Campeonato Brasileiro, outras dezenas de clubes. 

 Com a realização da Copa João Havelange, que tinha como critério convidar apenas os grandes clubes do Brasil, todos os times da Série B e C foram convidados a participar dessa copa, o Fluminense foi convidado a disputar o Módulo Azul, ficando o São Raimundo no Módulo Amarelo, que reunia a maior parte dos clubes da Série B de 1999.
Resultado de imagem para wikipedia logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.