Pular para o conteúdo principal

VIDEO : Wendell Lira e seu golaço


Após lançamento de Da Matta, atacante Wendell Lira, do Goianésia, dá uma meia-bicicleta e marca um golaço no Serra Dourada. O brasileiro Wendell Lira surpreendeu e venceu o prêmio Puskás, que elege o gol mais bonito marcado no ano de 2015, com 46,7% dos votos. O atacante, de 27 anos, desbancou Lionel Messi, do Barcelona, com 33,3%, e Alessandro Florenzi, da Roma, com 7,1%, e, nesta segunda-feira, recebeu o troféu em cerimônia da Fifa realizada em Zurique, na Suíça. 

 O belo gol foi marcado no dia 11 de março, quando Wendell ainda defendia o Goianésia, em partida contra o Atlético-GO válida pela nona rodada da primeira fase do Campeonato Estadual. A jogada foi iniciada por Nonato, que tabelou com Da Matta. Ele tocou por cobertura para Lira colocar dentro das redes, quase de bicicleta. “É uma honra estar aqui e conhecer os jogadores famosos com os quais eu jogava no videogame. Quero agradecer à minha família e à nação brasileira que votou em mim. Minha mulher e minha filha são tudo na minha vida”, afirmou o atacante, que ainda citou a história bíblica de Davi e Golias.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco