Pular para o conteúdo principal

Nota oficial do presidente da CBF em exercício

O ano de 2016 nos reserva grandes desafios no âmbito desportivo e na área da gestão, o que motiva a mim e a toda equipe de colaboradores e parceiros da CBF.
Continuaremos nossa caminhada nas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia 2018, com um trabalho minucioso e atento a cada detalhe que nos mantenha como único país do mundo presente em todas as copas.  

Além disso, com a singularidade dos Jogos Olímpicos serem realizados pela primeira vez no Brasil, teremos uma especial dedicação às Seleções Olímpica e Feminina, na busca das tão sonhadas medalhas de ouro das Olimpíadas Rio 2016.

Com diálogo aberto e permanente com federações, clubes, treinadores, atletas, árbitros e demais agentes que compõem a estrutura do futebol, esperamos dar sequência acelerada à renovação das práticas do futebol brasileiro no caminho da modernização, transparência e ética corporativa.
Independentemente de nomes, reafirmamos a história, a força e a condição da CBF como condutora deste processo.
É o compromisso que eu assumo com o mundo do futebol. 
Antônio Carlos Nunes de Lima
Presidente em exercício

CONTEÚDO : HOME PAGE DA CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.