Pular para o conteúdo principal

Copa Verde 2016 será primeiro torneio sustentável do país

O programa Bate Bola Nacional de sexta-feira (22) destacou o lançamento da Copa Verde 2016, primeira competição sustentável do futebol brasileiro. A jornalista Liliane Farias conversou com o Secretário Geral da CBF, Walter Feldman ,a respeito da competição. 

O programa também analisou a situação de Flamengo e Fluminense na Primeira Liga de Futebol. íntegra. 
 Você acompanhou o giro esportivo com os repórteres Maurício Costa e Rafael Monteiro que trouxeram as principais informações sobre a definição dos finalistas de Copa São Paulo de Futebol Júnior, além do interesse de clubes europeus e brasileiros na contratação do jogador Robinho. 

O programa teve apresentação de Sérgio du Bocage, com participações de Jorge Ramos , Carlos Borges e Márcio Guedes. O Bate Bola Nacional é transmitido pelas rádios Nacional do Rio de Janeiro e Nacional de Brasília, de segunda a sexta-feira, a partir das 12h30, em rede para todo o Brasil. Mande a sua mensagem de áudio ou de texto para o Whatsapp no número (21) 99903-5329 e participe das nossas transmissões. 

  Fale com a equipe de Esportes das Rádios EBC pelo email esporte.radios@ebc.com.b 
Produtor Niellyton Kleverson
Resultado de imagem para ebc logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.