Pular para o conteúdo principal

Chapecoense desiste de goleiro adventista do Londrina que não atua aos sábados

O goleiro do Londrina, Vítor, titular e destaque da equipe no acesso à Série B, se tornou adventista. Por isso, no fim de semana passado completou seu segundo sábado sem participar dos treinamentos com o restante do grupo e obrigou o técnico Cláudio Tencati a fazer um rodízio no gol londrinense.
A opção do goleiro, porém, encurtou sua vida no clube. O gestor do Londrina, Sérgio Malucelli anunciou nesta terça-feira que o atleta não terá seu contrato renovado após o final do Campeonato Paranaense, em maio. O anúncio foi feito durante coletiva de apresentação de um patrocinador.
"Eu já tinha negociado o Vítor com a Chapecoense. Era uma proposta boa para o jogador e para o Londrina também, não pela parte financeira, mas pela reposição de jogadores que eles iriam fazer conosco. Quando liguei para o Vítor, ele falou que não jogava mais de sábado. Passei isso para a diretoria da Chapecoense e na hora eles desistiram do jogador", assegurou Malucelli.
O presidente também adiantou que Vítor será reserva no Campeonato Paranaense. "Ele está fora do time titular. No sábado, o treinador optou por escalar o Marcelo e ele permanecerá como titular. O Vítor não pode jogar a hora que quer e terá que ter respeito aos demais companheiros. Já estamos à procura de um novo goleiro para o Brasileiro", afirmou.

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.