Pular para o conteúdo principal

Anos após surpresa, Cianorte x Corinthians ainda guarda histórias curiosas

Dia desses "revirando a web" encontrei um artigo  do site IG de 09 de março de 2015 , data de comemoração dos dez anos do embate entre Corinthians e Cianorte pela Copa do Brasil partida que marcou de forma significativa a história do time leonense , a matéria que me refiro diz assim:

Pequeno time paranaense quase eliminou o Timão na Copa do Brasil de 2005. Ex-goleiro e atual gerente do clube, Adir revela problemas nos bastidores que contribuíram para a goleada por 5 a 1 sofrida no segundo jogo, em São Paulo. Há exatos dez anos e com apenas três de existência, o Cianorte se transformava na surpresa da Copa do Brasil ao atropelar o Corinthians por 3 a 0, em Maringá, na primeira partida da segunda fase do torneio. Os coadjuvantes liderados por Adir, Edson e Márcio Machado ofuscaram as estrelas de Gustavo Nery, Roger, Gil e Tevez e já se viam próximos da classificação. O reconhecimento nacional, entretanto, deslumbrou o modesto clube do Paraná e transformou em frustração o sonho de escrever história. 

 Para relembrar aquele fatídico episódio, o iG Esporte entrevistou o goleiro Adir, um dos líderes daquele elenco, que revelou os bastidores do segundo jogo que culminou na virada do Timão por 5 a 1, no Pacaembu. “Eu me lembro muito daquele ano. 


Existiam muitas brincadeiras dentro do grupo. Na primeira partida estávamos muito relaxados porque não tínhamos responsabilidade alguma. Não entramos abatidos e isso facilitava. Por outro lado, o Corinthians era cheio de estrelas e sabíamos que poderia fazer a diferença em qualquer momento”, afirmou. Antes daquele jogo, o Corinthians havia demitido o técnico Tite e contratado o argentino Daniel Passarella, estreante da noite. Do banco de reservas, o novo treinador só acompanhou a falha do goleiro Fábio Costa e o primeiro gol do Cianorte nos minutos iniciais. 


Sem tempo para qualquer reação, o time paulista levou o segundo em uma bola desviada por Márcio Machado, que também anotou o terceiro em um golaço de bicicleta. “Em 20 minutos, fizemos três gols. O Corinthians estava desestabilizado. Naquele dia em Maringá, se o Cianorte fosse o Corinthians, teria feito uns oito gols. Apesar do que aconteceu no segundo jogo, essa partida vai ficar para sempre na história”, disse Adir. 


 Um mês depois, o Corinthians – que precisava vencer por quatro gols de diferença para se classificar à próxima fase - estava recuperado do resultado do primeiro jogo e determinado a reverter o placar. Empurrado pela torcida que compareceu em peso no Pacaembu, a equipe alvinegra protagonizou uma partida emocionante com direito ao resultado elástico de 5 a 1, e gols de Gustavo Nery, Roger (2) e Tevez (2). Mas, para Adir, a grandeza do Corinthians não foi o único motivo que desestabilizou o Cianorte.


Link do artigohttp://esporte.ig.com.br/futebol/2015-03-09/dez-anos-apos-surpresa-cianorte-x-corinthians-ainda-guarda-historias-curiosas.html
Imagem relacionada
                      Foto: Fernando Martinez. [260708]

Postagens mais visitadas deste blog

O futebol e a salsicha

Dia destes numa fila qualquer ouví um dizer: "Perdí as esperanças no futebol depois da final da Copa da França em 1998. 
 Logo pensei : 

" Se Imaginássemos como são feitos o futebol e a salsicha jamais consumiriamos essas "guloseimas"

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)