Pular para o conteúdo principal

Volante Jovany retorna ao Cianorte FC

Volante Jovany retorna ao Cianorte FC
O Cianorte FC confirmou nesta segunda-feira (21) o retorno do volante Jovany, de 27 anos, para a disputa da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense 2016. O marcador fez parte do plantel do Leão no primeiro semestre deste ano, depois disso vestiu a camisa do União Frederiquense-RS. - Estou muito feliz pelo convite de estar voltando, de ter a oportunidade de colocar o Cianorte na elite, lugar de onde o clube nunca deveria ter saído. 

 Esperamos fazer um grande campeonato, com muito trabalho, dedicação e foco. Gostaria de mandar um abraço ao torcedor do Leão, que sempre nos apoiou e deu tanta força. Tenho certeza que em 2016 não vai faltar esse apoio. - afirmou Jovany. Xodó do torcedor cianortense, Jovany chega para sua sexta passagem pelo clube. 

O jogador sempre se destacou pela raça e entrega com a camisa do Leão do Vale. No currículo, Jovany ainda conta com passagens por CRAC-GO, Glória-RS, Luverdense-MT, Oeste de Itápolis, Pelotas-RS e Atlético Tubarão.

  Fonte: Martins Neto/Assessoria de Comunicação CFC

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.