Pular para o conteúdo principal

Vice do Flu revela ameaça de sequestro para time ‘entregar’ e rebaixar Vasco



O vice de futebol do Fluminense, Mário Bittencourt, revelou nesta terça-feira (1º) que recebeu ameaças de torcedores que querem ver o time tricolor “entregando” o jogo contra o Figueirense, no domingo, para rebaixar o rival Vasco à Série B do Campeonato Brasileiro – o time cruzmaltino enfrenta o Coritiba no domingo, no Couto Pereira. Um deles ameaçou sequestrar a filha do dirigente, que já está tomando as medidas judiciais cabíveis. “Foi uma ameaça via internet. Publicaram uma foto minha com minha filha e uma ameaça de sequestro. Como advogado, já tomei as medidas. Estou registrando a ocorrência e quem fez terá que responder. 

Dizia que minha filha deveria ser sequestrada, uma coisa lamentável. A rede social está adoecendo as pessoas”, disse o dirigente. “Sei que ocupo um cargo de exposição, mas isso é um absurdo.” A ameaça se refere à importância do jogo do Flu contra o Figueirense, que briga para escapar da degola. Um triunfo dos catarinenses no domingo rebaixa automaticamente o Vasco. O time de São Januário só escapar se vencer o Coritiba e se Figueirense e Avaí sejam derrotados nesta rodada final do Brasileirão - o Avaí visitará o campeão Corinthians. Bittencourt, contudo, avisou que o Fluminense entrará em campo, domingo, para vencer o Figueirense, mesmo jogando fora de casa, no estádio Orlando Scarpelli. “Para nós é como outro jogo qualquer, e vamos tentar vencer. Jamais faríamos qualquer movimento para prejudicar alguém. O Fluminense não tem essa responsabilidade. 

Querem imputar ao Fluminense uma responsabilidade que ele não tem. É um jogo qualquer”, afirmou. Ele rebateu a polêmica surgida nos últimos dias sobre a importância do Fluminense para a permanência do Vasco na Série A. “Quero deixar claro que qualquer coisa que aconteça não será o Fluminense a rebaixar o Vasco, que teve um ano muito ruim e ficou na zona de rebaixamento durante quase toda competição. Depende do Avaí também. Estão querendo colocar uma carga no Fluminense que não existe.” Para tanto, o vice de futebol do Flu decidiu vetar as entrevistas dos jogadores ao longo desta semana. Somente ele e o técnico Eduardo Baptista falarão com a imprensa até a hora do jogo de domingo. “O cancelamento das entrevistas foi para evitar polêmica. É um motivo de preservação, não é para prejudicar o trabalho da imprensa”, destacou. 

 Para o jogo de domingo, Bittencourt só adiantou que Fred está fora, porque ainda se recupera de lesão no joelho, sofrida ainda em outubro. “Ele não joga, com certeza. Ainda sente o problema gravíssimo que teve no joelho. O departamento médico nos disse que é importante que ele trate para começar bem o ano. Não tem nada a ver. Preciso preservar meu jogador. Temos outros atletas capazes”, afirmou o dirigente.
Resultado de imagem para gazeta do povo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.