São Silvestre: Vagner Noronha participará pela quarta vez da corrida mais importante do ano



O atleta Vagner Noronha, vice-campeão da Meia Maratona de São Paulo deste ano e patrocinado pela construtora e incorporadora MPD, correrá pela quarta vez a Corrida Internacional de São Silvestre no dia 31 de dezembro. No ano de 2015, Vagner conquistou três vezes o primeiro lugar em corridas, segundo lugar na Meia Maratona de São Paulo e esteve entre os seis brasileiros mais rápidos na maratona de Berlim, onde correu com os maiores atletas do mundo.
A primeira participação de Vagner na São Silvestre foi no ano de 2012, em que conquistou o 69º lugar. As posições melhoraram nos anos seguintes, com o 40º lugar em 2013 e o 25º em 2014. O resultado no ano passado e os outros resultados durante 2015 renderam a ele um convite da organização para compor o grupo de elite, formado por 200 atletas.

A primeira participação de Vagner na São Silvestre foi no ano de 2012, em que conquistou o 69º lugar
A primeira participação de Vagner na São Silvestre foi no ano de 2012, em que conquistou o 69º lugar

O treino do Vagner consiste em corrida de longa distância, entre 25km e 30km por dia: “Eu quero melhorar meu tempo na São Silvestre 2015, chegar na frente nas melhores posições possíveis e com certeza brigar por um lugar no pódio”.
Vagner veio de Pernambuco e trabalhava como garçom de dia e manobrista de noite para complementar a renda. Mauro Dottori, presidente da MPD e Mauro Santi, vice-presidente de incorporações da MPD, eram clientes antigos do restaurante e ajudaram Vagner no sonho de tornar-se um atleta profissional. “Ele sempre estava correndo pra lá e pra cá. Eu falei para ele desligar-se do emprego e garanti que manteríamos o que ele ganhava para começar a treinar”, diz Mauro Santi.
Desde março de 2013a MPD patrocina o atleta que já subiu no lugar mais alto do pódio dez vezes nos recentes três anos de carreira:“Sempre comentava com o Mauro no restaurante sobre as minhas corridas e ele interessou-se em me ajudar, isso mudou minha vida e a partir desse momento tornei-me um atleta. Quando deixei meus dois empregos, comecei a passar mais tempo com a família e realizar o sonho da minha vida. Sempre digo que tive muita sorte, é difícil uma empresa apostar assim em uma pessoa”, ressalta Vagner. 
Resultado de imagem para jb online

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"