ZH

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...

/

ESPORTE PARA TODOS!

 

OUÇA - A VIDA DE WILSON SILVA

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

GOAL : Libertadores: Grêmio e Palmeiras devem sofrer, Atlético-MG e Corinthians são favoritos e São Paulo com ‘sorte’



23/12/2015 00:52:48 

Confira uma análise sobre os grupos da edição 2016 da Libertadores da América 

 O sorteio dos grupos da Copa Libertadores foi realizado na noite da última terça-feira, e os times brasileiros não terão vida fácil. Palmeiras e Grêmio, por exemplo, caíram nas chaves mais complicadas do principal torneio de clubes sul-americanos. 

Caso avance na primeira fase classificatória, o São Paulo entra no Grupo 1, encabeçado pelo atual campeão River Plate. Palmeiras vai enfrentar camisas pesadas, como o Nacional (Uruguai), Rosário Central (Argentina) e o vencedor entre Universidade de Chile e River Plate do Uruguai. 


 Cabeça de chave, o Atlético-MG está no Grupo 5, junto de Colo-Colo (Chile), Melgar (Peru) e o vencedor de Independiente del Valle (Equador) e Guaraní (Paraguai). O Grêmio vai enfrentar San Lorenzo (Argentina), LDU de Quito (Equador) e Toluca (México). Já o Corinthians está ao lado de Cerro Porteño (Paraguai), Cobresal (Chile) e o vencedor de Independiente Santa Fé (Colômbia) e Oriente Petrolero (Bolívia).

Grupo 1: River Plate, The Strongest, Trujillanos, São Paulo ou César Vallejo 

Grande favorito: River Plate 
O River Plate briga para manter o troféu (Foto: JUAN MABROMATA/AFP/Getty Images)
Detentor do troféu, pode-se dizer que o gigante do Monumental de Nuñez é o grande favorito a avançar. A equipe comandada por Marcelo Gallardo tem um time entrosado, apesar da saída de alguns nomes importantes, e sabe jogar a competição e tem a chamada ‘camisa pesada’.
Edgardo Bauza, o novo comandante são-paulino (Foto: ALEJANDRO PAGNI/AFP/Getty Images)
Outro que aparece com força é o São Paulo. Mas para fazer parte do grupo, o Tricolor Paulista precisa vencer os peruanos do Cesar Vallejo, semifinalista na última edição do campeonato nacional do país. Considerando time e história, o time do Morumbi é favorito a passar e desempenhar um bom papel na chave.
The Strongest é quem pode roubar pontos importantes dos gigantes, principalmente com os jogos na altitude, enquanto o Trujillanos não promete oferecer grandes complicações.

 Grupo 2: Palmeiras, Nacional, Rosário Central, U. de Chile ou River Plate-URU 

Grandes favoritos: Palmeiras, Nacional e Rosário Central
A tarefa do Alviverde não é nada fácil, afinal de contas vai jogar contra o Nacional, campeão uruguaio. Além disso, também tem o Rosário Central, vice-campeão da Copa da Argentina.
Marcelo Oliveira vai ter trabalho no Grupo 2 (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
O grupo pode ficar ainda mais difícil se o Universidad de Chile passar pelo River Plate do Uruguai. Time por time, o Palmeiras tem condições de avançar, mas a verdade é que o grupo é muito equilibrado e conta com times experientes.

 Grupo 3: Boca Jrs, Bolívar, Deportivo Cali, Racing ou Puebla 

Grande favorito: Boca Juniors
Com Tevez, o Boca vem forte em 2016 (Foto: Télam)
O time de Carlos Tévez e Lodeiro terá grandes dificuldades graças à punição imposta pela Conmebol por causa dos acontecimentos na última edição do torneio, que culminou na eliminação diante do River Plate: serão quatro jogos com portões fechados.
Além disso, o atual campeão argentino e da Copa da Argentina, terá uma dificuldade maior com o vencedor do confronto entre velho conhecido Racing e Puebla, do México. Bolívar e Deportivo Cali correm por fora.

 Grupo 4: Peñarol, Atlético Nacional, Sporting Cristal, Huracán ou Caracas 

Grande favorito: Peñarol e Atlético Nacional
Forlán, esperança para o Peñarol (MIGUEL ROJO/AFP/Getty Images)
Os atuais vice-campeões uruguaios contam com o peso de uma das camisas mais vitoriosas do continente. Apenas isso não basta, mas o time do professor Pablo Bengoechea vai fazer jogos equilibrados com Sporting Cristal, vice-campeão peruano.
Campeão do Torneio Finalizacion da Colômbia, o Atlético Nacional é outra potência do grupo, que ainda pode receber Huracán, da Argentina, ou Caracas, da Venezuela;

 Grupo 5: Atlético-MG, Colo Colo, Melgar, Independiente Del Valle ou Guaraní 

Grande favorito: Atlético-MG
Lucas Pratto é a esperança de gols do Galo (Foto: Bruno Cantini)
O principal adversário do Galo deverá ser o Colo Colo, campeão do Torneo Apertura do Chile. Mas é bom ficar de olho, já que Independiente Del Valle e Guaraní disputam um lugar na chave. Apesar de terem elencos modificados em relação aos que levaram problemas a Botafogo (em 2014) e Corinthians (2015), os postulantes a um lugar no Grupo 5 têm histórico para deixar o alerta ligado. O Melgar, da Venezuela, é o ponto fraco.

 Grupo 6: San Lorenzo, Grêmio, LDU, Toluca 

Grandes favoritos: Grêmio e San Lorenzo
O Grêmio ficou com o chamado 'grupo da morte" (Foto: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)
Outro brasileiro que terá vida complicada é o Grêmio, que ficou no que muitos consideraram o "grupo da morte". O Tricolor Gaúcho volta a encontrar o San Lorenzo, que o eliminou em 2014, e o time do Papa Francisco é um dos principais postulantes para avançar. Além disso, LDU de Quito e Toluca, do México, prometem jogos bem complicados para os homens de Roger Machado.

 Grupo 7: Olímpia, Emelec, Deportivo Táchira, Pumas 

Grande favorito: Olímpia
O Decano, campeão do Clausura nacional, é a camisa mais pesada da chave. Quem tem boas chances é o Pumas do México. Outros na briga são Emelec, vice-campeão equatoriano, e o Deportivo Táchira, campeão venezuelano.

 Grupo 8: Corinthians, Cerro Porteño, Cobresal, I.Santa Fé ou Oriente Petrolero 

Grande favorito: Corinthians
O campeão brasileiro teve 'sorte' no sorteio... mas passado recente já dá o alerta (Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images Sport)
A equipe de Tite teve sorte no sorteio, mas a experiência do último ano mostra que na Libertadores não tem jogo ganho. O Grupo 8 tem as suas semelhanças com o 1, isso porque outra equipe que pode complicar vai disputar a primeira fase da Libertadores: o Independiente Santa Fé, campeão da Sul-Americana. Os colombianos precisarão bater o Oriente Petrolero, da Bolívia.
Outro clube que não vai vender fácil seus pontos é o tradicional Cerro Portenho, atual campeão do Torneo Apertura do Paraguai. O azarão é o Cobresal, campeão do Clausura no Chile.
Resultado de imagem para GOAL LOGO