F1 : José Carlos Pace – os mais de 70 anos do “campeão mundial sem título”

Se estivesse vivo, José Carlos Pace completaria 70 anos hoje, dia 6 de outubro de 2014. Para as gerações mais novas, que aprenderam a gostar de Fórmula 1 com Piquet e Senna, o tal “Moco”, como era chamado, é apenas um dos pilotos   bons de braço do qual nossos pais falam quando lembram dos “bons tempos” da F1.
Pace conquistou somente uma pole position e teve apenas uma vitória na categoria. Mas praticamente todos que o viram correr dizem que ele tinha chances de ganhar o título mundial de F1 caso não tivesse embarcado em um avião na noite de 18 de março de 1977.
José Carlos Pace começou a correr de kart nos anos 1960, junto com seus amigos da vizinhança — Emerson e Wilson Fittipaldi e Jan Balder —, mas sua carreira nas pistas começou mesmo quando ele foi chamado por Anísio Campos e seus sócios para disputar o II Prêmio Aniversário do Automóvel Clube do Estado de São Paulo com um DKW preparado por eles.  Na corrida, Pace c
Se estivesse vivo, José Carlos Pace já teria mais de 70 anos hoje. Para as gerações mais novas, que aprenderam a gostar de Fórmula 1 com Piquet e Senna, o tal “Moco”, como era chamado, é apenas um dos pilotos bons de braço do qual nossos pais falam quando lembram dos “bons tempos” da F1. 
Pace conquistou somente uma pole position e teve apenas uma vitória na categoria. Mas praticamente todos que o viram correr dizem que ele tinha chances de ganhar o título mundial de F1 caso não tivesse embarcado em um avião na noite de 18 de março de 1977. 
 José Carlos Pace começou a correr de kart nos anos 1960, junto com seus amigos da vizinhança — Emerson e Wilson Fittipaldi e Jan Balder —, mas sua carreira nas pistas começou mesmo quando ele foi chamado por Anísio Campos e seus sócios para disputar o II Prêmio Aniversário do Automóvel Clube do Estado de São Paulo com um DKW preparado por eles. Na corrida, Pace conseguiu tempos excelentes que chamaram a atenção de Luís Greco, da equipe Willys, que o convidou para integrar o time ao lado de Bird Clemente, Wilsinho Fittipaldi e Luís Pereira Bueno.

                                         POR ENCICLOPEDIA AUTO MOTOR

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"