Pular para o conteúdo principal

Campeão brasileiro, Corinthians assume liderança do ranking da CBF

Com o término da temporada de 2015, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou, nesta terça-feira, o Ranking Nacional de clubes (RNC) atualizado. Com o título brasileiro, o Corinthians garantiu a liderança, seguido pelo Grêmio, em segundo, e Cruzeiro, em terceiro.
Em 2014, o Timão era o vice-líder e, neste ano, desbancou os mineiros, acumulando 14.664 pontos. Os gaúchos, por sua vez, subiram do quarto lugar para o segundo, agora com 14.210 pontos. Já a Raposa caiu e está com 14.064 pontos.
Logo abaixo, entre as dez primeiras posições, estão Santos, São Paulo, Flamengo, Atlético-MG, Palmeiras, Internacional e Fluminense. A única mudança em relação ao ano passado é o Verdão, que colocou o Atlético-PR em 12º, abaixo do Vasco.
Já no Ranking das federações, São Paulo permaneceu na ponta, seguido por Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Pernambuco, Goiás, Bahia e Ceará.
O Ranking é elaborado considerando a participação dos clubes em competições realizadas nos últimos cinco anos, baseando-se na colocação das equipes no Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil. Em caso de Libertadores e Sul-Americana, os times também ganham bônus.
Resultado de imagem para gazeta esportiva logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.