Pular para o conteúdo principal

Anos após surpresa, Cianorte x Corinthians ainda guarda histórias curiosas



Dia desses "revirando a web" encontrei um artigo  do site IG de 09 de março de 2015 , data de comemoração dos dez anos do embate entre Corinthians e Cianorte pela Copa do Brasil partida que marcou de forma significativa a história do time leonense , a matéria que me refiro diz assim:

Pequeno time paranaense quase eliminou o Timão na Copa do Brasil de 2005. Ex-goleiro e atual gerente do clube, Adir revela problemas nos bastidores que contribuíram para a goleada por 5 a 1 sofrida no segundo jogo, em São Paulo. Há exatos dez anos e com apenas três de existência, o Cianorte se transformava na surpresa da Copa do Brasil ao atropelar o Corinthians por 3 a 0, em Maringá, na primeira partida da segunda fase do torneio. Os coadjuvantes liderados por Adir, Edson e Márcio Machado ofuscaram as estrelas de Gustavo Nery, Roger, Gil e Tevez e já se viam próximos da classificação. O reconhecimento nacional, entretanto, deslumbrou o modesto clube do Paraná e transformou em frustração o sonho de escrever história. 

 Para relembrar aquele fatídico episódio, o iG Esporte entrevistou o goleiro Adir, um dos líderes daquele elenco, que revelou os bastidores do segundo jogo que culminou na virada do Timão por 5 a 1, no Pacaembu. “Eu me lembro muito daquele ano. 

Existiam muitas brincadeiras dentro do grupo. Na primeira partida estávamos muito relaxados porque não tínhamos responsabilidade alguma. Não entramos abatidos e isso facilitava. Por outro lado, o Corinthians era cheio de estrelas e sabíamos que poderia fazer a diferença em qualquer momento”, afirmou. Antes daquele jogo, o Corinthians havia demitido o técnico Tite e contratado o argentino Daniel Passarella, estreante da noite. Do banco de reservas, o novo treinador só acompanhou a falha do goleiro Fábio Costa e o primeiro gol do Cianorte nos minutos iniciais. 

Sem tempo para qualquer reação, o time paulista levou o segundo em uma bola desviada por Márcio Machado, que também anotou o terceiro em um golaço de bicicleta. “Em 20 minutos, fizemos três gols. O Corinthians estava desestabilizado. Naquele dia em Maringá, se o Cianorte fosse o Corinthians, teria feito uns oito gols. Apesar do que aconteceu no segundo jogo, essa partida vai ficar para sempre na história”, disse Adir. 

 Um mês depois, o Corinthians – que precisava vencer por quatro gols de diferença para se classificar à próxima fase - estava recuperado do resultado do primeiro jogo e determinado a reverter o placar. Empurrado pela torcida que compareceu em peso no Pacaembu, a equipe alvinegra protagonizou uma partida emocionante com direito ao resultado elástico de 5 a 1, e gols de Gustavo Nery, Roger (2) e Tevez (2). Mas, para Adir, a grandeza do Corinthians não foi o único motivo que desestabilizou o Cianorte.

Link do artigo - http://esporte.ig.com.br/futebol/2015-03-09/dez-anos-apos-surpresa-cianorte-x-corinthians-ainda-guarda-historias-curiosas.html
Imagem relacionada

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 já é realidade e as expectativas de medalhas brasileiras são grandes. No nado sincronizado, entretanto, a esperança é de uma quebra de tabu, já que desde que foi incluído no programa olímpico, em Los Angeles 1984, a modalidade nunca viu uma brasileira no pódio. Para que o sonho se torne realidade, a equipe já treinava intensamente no Centro Aquático Maria Lenk, antes mesmo do início da Rio 2016, casa do nado, saltos ornamentais e polo aquático. 

As provas do nado sincronizado começam só no dia 14 de agosto, mas as brasileiras já estão na arena aquática do Rio (as provas de natação acontecerão em outro local) para entrar no clima olímpico e se familiarizar ainda mais com o local. "A gente está "super feliz" por ter vindo mais cedo e já ter começado a sentir o clima dos Jogos. 

Treinávamos aqui, mas agora o clima é diferente. Além de estar mais bonito, brincamos que já tem cheiro de olimpíada. Os países ainda estão começando a chegar. O ambiente …

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

07/08/2016 22:05 A seleção brasileira masculina de hóquei sobre grama disputou o seu segundo compromisso no torneio dos Jogos Olímpicos Rio 2016 neste domingo, 8 de agosto, no Centro Olímpico de Hóquei, no Complexo de Deodoro. Ao enfrentar a forte Bélgica, a seleção brasileira foi derrotada pelo placar de 12 a 0. O Brasil passou a somar duas derrotas em duas partidas, já que perdeu na estreia para a Espanha por 5 a 0. Na próxima rodada, terça-feira, 9 de agosto, os brasileiros voltam a campo para encarar a Grã-Bretanha. Encarando um time muito competitivo, os atletas brasileiros conseguiram manter o jogo equilibrado até o fim do primeiro quarto – de um total de quatro quartos, de 15 minutos cada –, quando a Bélgica marcou seus dois primeiros gols. A partir daí, a equipe brasileira sucumbiu à superioridade belga, ameaçando o gol adversário apenas em lances esporádicos. Com o domínio absoluto da partida, a Bélgica foi ampliando até chegar ao placar final de 12 a 0. "Pela primeira vez …

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"

Sempre publico nesse espaço matérias sobre a carreira do goleiro Danilo da Chapecoense , que considero o melhor goleiro do futebol brasileiro , formado e revelado pelo Cianorte FC time de sua cidade natal , tem como ponto alto um caráter diferenciado herdado dos pais , meus amigos Nilson e Ilaídes(foto). O  filho Danilo , também é filho de Cianorte e tem um respeito enorme do torcedor paranaense , tanto  é que enquanto atuou no Londrina E.C  recebeu o apelido de PAREDÃO  do torcedor londrinense devido as atuações brilhantes na meta do LEC .

Atuou também pelo Cianorte FC , Nacional de Rolândia , Engenheiro Beltrão e Operário Ferroviário de Ponta Grossa atual campeão Paranaense de Futebol. ( clubes do interior do Paraná)

Marcos Danilo Padilha Nascimento: 31 de julho de 1985 (29 anos), Cianorte, Paraná Altura: 1,85 m Peso: 80 kg Início de carreira: 2004 Time atualAssociação Chapecoense de Futebol (#1 / Goleiro)