ZH : Jornal diz que técnicos de França e Alemanha souberam de ataques e não deram notícia aos jogadores

Jornal diz que técnicos de França e Alemanha souberam de ataques e não deram notícia aos jogadores Miguel Medina/AFP

Didier Deschamps e Joachim Löw teriam sido informados dos atentados ainda no intervalo, mas resolveram não contar para os atletas

Em meio aos atentados terroristas em Paris, na última sexta-feira, França e Alemanha se enfrentaram normalmente no Stade de France. Porém, isso poderia ter sido diferente se não fosse a decisão dos treinadores das seleções. Segundo o jornal norte-americano The New York Times, o francês Didier Deschamps e o alemão Joachim Löw foram informados dos ataques ainda no intervalo do jogo, quando duas explosões haviam ocorrido nos arredores do estádio. Porém, os dois resolveram não contar aos jogadores o que estava acontecendo do lado de fora.
Ainda segundo a publicação, o treinador da França foi o que mais considerou contar a notícia para os seus jogadores. Mas como não tinha a noção total do ocorrido, acabou mudando de ideia. Löw seguiu a mesma decisão do francês.
Por conta disso, os jogadores voltaram para o segundo sem saber de nada e jogaram normalmente. Na mesma situação estavam os torcedores, que chegaram a se animar com o barulho das explosões. Os organizadores da partida não cancelaram o jogo para evitar casos de pânico na saída das 80 mil pessoas do estádio.
Com o fim do amistoso, já com o conhecimento do que estava acontecendo, vários torcedores ficaram no estádio e aguardaram no gramado a liberação para sair com segurança. Os jogadores alemães passaram a noite no Stade de France e só saíram direto para o aeroporto, no sábado. Em um ato de solidariedade, a delegação francesa também permaneceu no local para fazer companhia aos adversários.
*LANCEPRESS
Resultado de imagem para zero hora logo

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"