Pular para o conteúdo principal

Tite descarta deixar Corinthians para assumir a seleção: 'Hoje, não largo para nada'



Ainda havia resquícios da passagem da seleção brasileira pelo CT Joaquim Grava na manhã desta quarta-feira. Muitos dos adesivos azuis com o logotipo da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) usados como decoração estavam nas lixeiras do local. Dentro de campo, no entanto, o técnico Tite não queria pensar em nada que não fosse o Corinthians e a iminência de conquistar o Campeonato Brasileiro.
"Estou muito feliz no Corinthians", avisou Tite, logo na primeira resposta da entrevista coletiva que concedeu, sobre a possibilidade de substituir Dunga na seleção.
"O meu momento aqui é extraordinário e estou à mercê de uma conquista extraordinária. Não tem nada maior do que isso. Hoje, não largo para nada. Tenho três anos e contrato com o Corinthians e um trabalho extraordinário a fazer", acrescentou.
Assumir o comando da seleção é um sonho que Tite também já considerou extraordinário. Com a esperança de ser o escolhido para suceder Luiz Felipe Scolari após o fiasco da última Copa do Mundo, ele viajou e fez cursos para se aprimorar como profissional. Acabou preterido por Dunga e agora diz que a sua chance já se foi e só voltará depois do Mundial de 2018.
Se Tite ficou distante da seleção, o time nacional ficou mais próximo do Corinthians. Com quatro convocados da equipe do Parque São Jorge - o goleiro Cássio, o zagueiro Gil, o volante Elias e o meia Renato Augusto -, Dunga levou a sua equipe para treinar no CT Joaquim Grava nos últimos dois dias e no estádio de Itaquera na manhã desta quarta-feira, antes da viagem para Buenos Aires, local do clássico de quinta-feira com a Argentina.
"Eu estava em Caxias do Sul e em Porto Alegre nesse tempo, vendo a minha filha e a minha mãe. Mas espero que a seleção tenha tirado um bom proveito", comentou Tite, que negou sentir ciúmes da estrutura do Corinthians. "Deixar de emprestar todo o nosso aparato seria egoísmo do clube e meu", sorriu.
E, para demonstrar que está concentrado apenas no Corinthians, Tite falou sobre como gostaria que a seleção brasileira fosse convocada para as eliminatórias para a Copa do Mundo. "Não levaria nenhum jogador daqui. Sou egoísta, quero tudo para mim", sorriu a sombra de Dunga. "É brincadeira."
ESPN

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco