Seleção Olímpica vence EUA por 2 a 1 em amistoso



A Seleção Brasileira Olímpica mostrou autoridade e venceu o primeiro amistoso contra os Estados Unidos por 2 a 1 nesta quarta-feira (11), na Ilha do Retiro, no Recife. Com grande atuação nos 90 minutos, o Brasil mostrou qualidade ofensiva e defensiva, já que jogou com um a menos durante meia hora. Gabriel e Luan foram os autores dos gols que deram a vitória ao time.
O Brasil demorou alguns minutos para impor seu ritmo no jogo, mas depois que o fez foi muito superior aos EUA. Com movimentação intensa e alto nível técnico, a Seleção atacava de formas variadas. Lucas Silva e Fred quase marcaram em chutes de fora da área. Nas cobranças de escanteio, Dória ganhou quase todas de cabeça. Gabriel Jesus teve sua chance em jogada individual, mas o chute explodiu no zagueiro.
As trocas de passes também eram envolventes, e a bola cruzou a área americana perigosamente algumas vezes. Depois de tanta insistência, saiu o gol. Lucas Silva deu excelente lançamento para Gabriel, que driblou o goleiro Horton e tocou para o fundo das redes aos 42 minutos do primeiro tempo.
Na segunda etapa, o gol brasileiro saiu muito mais rápido. Logo no primeiro minuto, Lucas Silva tocou para Luan, que colocou a bola no ângulo com extrema categoria. É verdade que desviou no zagueiro, mas o gol não deixou de ser bonito.
Aos 13 minutos, a vida do Brasil ficou mais complicada. Dória dominou a bola errado dentro da área e derrubou Kiesewetter na sequência do lance. O zagueiro, que já tinha cartão amarelo, acabou expulso. Na cobrança Kiesewetter diminuiu para os EUA.
Os trinta minutos finais do jogo foram um grande teste para o Brasil, que soube segurar o resultado mesmo com um jogador a menos. O time, inclusive, continuou criando chances e só não chegou ao terceiro gol porque a bomba de Fred parou no travessão.
No domingo (15), às 17h (de Brasília), a Seleção Olímpica encara os Estados Unidos novamente em amistoso que será disputado no Mangueirão, em Belém.
Brasil
Ederson; Fabinho, Rodrigo Ely, Dória e Wendell; Lucas Silva (Rodrigo Caio), Fred e Felipe Anderson (Valdívia); Gabriel (Gustavo Scarpa), Luan (Kennedy) e Gabriel Jesus (Marlon).

CONTEÚDO CBF

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"