Santos dá calote após acordo, e Aranha volta à Justiça para cobrar o clube


Primeiro atleta a fazer acordo com o Santos para deixar a Vila Belmiro durante a enxurrada de ações na Justiça que tomaram conta do clube no início do ano, o goleiro Aranha voltou aos tribunais para cobrar valores que julga ter direito a receber. O jogador pede o pagamento de R$ 97.363,37 por duas parcelas atrasadas do acerto que fez com a diretoria para rescindir o contrato amigavelmente e desistir do processo que movia na Justiça do Trabalho. 

 O distrato previa o pagamento de R$ 704 mil em quinze meses, mas o goleiro sustenta que o Santos cumpriu apenas nos cinco primeiros. As parcelas com vencimento para setembro e outubro não foram quitadas. Os advogados do atleta afirmam que notificaram o clube, mas que a dívida foi mantida. Aranha foi um dos quatro titulares santistas de 2014 que foram aos tribunais para pedir a quebra de contrato por atraso de salários. 

Além dele, Mena, Leandro Damião e Arouca também reclamaram da falta de pagamentos. Após sair do Santos, o goleiro se transferiu para o Palmeiras. Reserva, atuou em uma única partida na temporada e é cotado para deixar o elenco em janeiro. O valor do acordo com os alvinegros, R$ 704 mil, é consideravelmente inferior à previsão de indenização que o clube seria obrigado a pagar ao jogador caso fosse condenado: R$ 2,5 milhões. 

  *Por Leonardo Lourenço/ Bastidores FC
Resultado de imagem para g1

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"