Jemerson celebra convocação e já quer “ser lembrado” no futuro

Fora da lista inicial de Dunga para a terceira e quarta rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o zagueiro Jemerson contou com um “golpe de sorte” para ser convocado e defender a Seleção Brasileira. A expulsão de David Luiz contra a Argentina tirou-o do duelo contra o Peru e abriu a vaga que foi preenchida pelo jovem defensor do Atlético-MG, que celebra a oportunidade e já projeta o futuro com a camisa canarinho. “Fiquei muito feliz e surpreso, sem acreditar. Não esperava essa convocação. 

Vou fazer de tudo para mostrar meu trabalho para o Dunga e para a comissão técnica. Essa vai ser uma grande oportunidade para isso, vou estar junto de todo o grupo, o que é muito importante. Espero me sair bem para, assim, ser lembrado nas próximas convocações. Se tiver a oportunidade de jogar, farei meu melhor para construir meu espaço”, comemorou o zagueiro de 23 anos, convocado pela primeira vez à Seleção profissional. Mas o chamado deve mesmo servir para que o defensor ganhe experiência e vivência no ambiente da Seleção Brasileira, uma vez que as primeiras opções para a vaga de David Luiz no time são Gil, do Corinthians, e Marquinhos, do Paris Saint-Germain. Miranda, que defende a Inter de Milão, deve seguir como titular. 

 O tão sonhado primeiro treino de Jemerson sob o comando de Dunga já acontece neste domingo, a partir das 10 horas da manhã (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador, justamente o palco do confronto contra o Peru, marcado para a noite desta terça-feira. Já pelo Atlético-MG, onde é titular absoluto, o jovem zagueiro pode ir a campo dois dias depois, na quinta-feira (19), quando os comandados de Levir Culpi visitam o São Paulo, no Morumbi.
Resultado de imagem para footstats logo

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"