Ex-jogador da liga inglesa conta como foi alvo de tráfico sexual: 'Pensei que fosse morrer'

Getty
Um ex-jogador de futebol que foi levado para o Reino Unido quando criança e forçado a se prostituir agora está trabalhando em conjunto com os organizadores do campeonato inglês para conscientizar as pessoas sobre o crescente número de atletas adolescentes que, ao tentar trocar a África pela Europa, acabam vítimas do tráfico de pessoas.
Al Bangura, de 27 anos, que jogou pelo Watford de 2005 a 2009, tinha apenas 14 anos quando soube que deveria se tornar o líder de uma sociedade secreta antes comandada por seu pai em Serra Leoa. Ele se recusou. "Disse que isso não era algo com que queria me envolver. Queria jogar futebol, e disse que tinha que ir à escola", conta.
O garoto viajou, então, para o país vizinho, Guiné, onde conheceu um francês que fingiu ser seu amigo e prometeu ajudá-lo a atingir seu objetivo. "Não sabia que ele tinha outras intenções – me fazer entrar no mercado do sexo."
Os dois foram primeiro para a França e, depois, para o Reino Unido. Uma vez lá, o homem o deixou sozinho em um edifício.
"De repente, dois ou três homens me cercaram, tentaram me estuprar e me forçar a fazer coisas", diz.
"Era muito jovem e pequeno, e simplesmente comecei a chorar e gritar. Eles provavelmente pensavam que eu sabia por que estava ali – e eu pensava que era para jogar futebol."
Resultado de imagem para BBC BRASIL LOGO

Postagens mais visitadas deste blog

Com equipe completa, nado sincronizado iniciou treinamentos muito antes da Rio 2016

Seleção masculina de hóquei sobre grama sofre segunda derrota

Marcos Danilo Padilha - "Profissão - Goleiro"