Pular para o conteúdo principal

Especulado no Tricolor, técnico Paulo Autuori se desliga de time japonês


Um dos cotados para assumir o São Paulo, o treinador Paulo Autuori deixou seu cargo no Cerezo Osaka, time da segunda divisão japonesa. Ele estava no clube desde janeiro e interrompe o trabalho em um momento no mínimo inesperado. 

 Apesar de a equipe ter vencido apenas uma das últimas nove partidas, a saída de Autuori cria certa estranheza pelo momento do campeonato. O Cerezo Osaka está garantido no mata-mata que define acesso à J-League, e falta apenas uma rodada para o final da primeira fase. 

 Desta forma, o preparador físico Kiyoshi Okuma terá poucos dias para ajustar o Cerezo Osaka antes dos jogos mais importantes do ano para o time. Já Paulo Autuori fica livre para ouvir propostas do mercado, que neste ano foi bastante aquecido no Brasil. As últimas passagens do treinador por clubes nacionais não foram tão bem sucedidas, mas ele ainda goza de prestígio por conquistas históricas. Entre outros títulos, Paulo Autuori venceu a Copa Libertadores com o Cruzeiro, em 1997, e depois com o São Paulo, em 2005, ano que ainda lhe rendeu o título mundial com o Tricolor.
Resultado de imagem para footstats logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

Herói da Inter, Éder Paulista poderia ter sido herói no Cianorte FC

Eder Paulista , atacante com passagem pelo Cianorte FC , onde pouco fez por não ter a oportunidade merecida , oportunidade que teve na Inter de Limeira quando no dia 14 de maio , a emoção tomou conta dos mais de 8 mil presentes no Limeirão assim que o árbitro Thiago Duarte Peixoto apitou o fim da vitória da Inter de Limeira por 2 a 1 sobre o Monte Azul. 

O tão sonhado acesso à Série A2 estava consumado. Graças a alguém que por muito pouco não esteve ali. Herói do Leão com os dois gols da virada no jogo decisivo, o atacante Éder Paulista teve a participação ameaçada na competição ao sofrer uma grave lesão logo no início da campanha. 

Por tudo o que passou, era um dos mais eufóricos, a ponto de até esquecer como foram seus gols. - Só Deus sabe o que eu passei. Os médicos falavam que eu só voltaria depois de três meses. Mas eu falei que iria me recuperar rapidamente e decidir para a equipe. 

A emoção está muito grande, não sei nem dizer como foram os gols.