Pular para o conteúdo principal

Com suspeita de lesão grave, Valdívia não deve mais jogar neste ano



Valdívia deixou o a partida da seleção olímpica contra os Estados Unidos neste domingo, lesionado. E o problema pode tirá-lo dos gramados até o ano que vem. Com suspeita de ruptura ligamentar, o meia-atacante fará um exame de ressonância magnética em Porto Alegre nesta segunda-feira.
Se confirmada a expectativa, o jogador pode perder até mesmo o início de 2016 pelo Colorado. Apesar de sentir dores dores, o clube informou que o jogador chegou caminhando a Porto Alegre.
"Eu estava vendo o jogo e me pareceu uma lesão no ligamento cruzado anterior. Mas ele está chegando a Porto Alegre agora e passará pelos exames", afirmou o médico do Inter, Carlos Poisl.
O jogador deixou o gramado do Mangueirão, em Belém, aos 13 minutos do primeiro tempo no jogo deste domingo.
Resultado de imagem para yahoo esportesResultado de imagem para goal logo

Postagens mais visitadas deste blog

Brasileirão Série A - Confira os jogos de hoje e amanhã

Brasileirão Série A - Confira os jogos em andamento

O time do Alto da Bica - A foto que virou saudade

O time do Alto da Bica surgiu, consultando minha memória, ali pelos anos 90 e pouco, coincidindo com o início da era Parmalat. Isso talvez explique os meninos - que acompanham os craques - tão bem vestidos. A sede fica na margem da rodovia Cianorte – São Tomé, logo após o ribeirão São Tomé, num trecho conhecido como Bica, por isso o nome: Alto da Bica.

Frequentado por cianortenses ilustres congrega em sua maioria os palmeirenses - também consultando minha memória, e o Avanti -. Nesta foto, em 98, vemos o elenco pronto para mais uma vitória; vou fazer a escalação e pedir mil perdões se errar o nome de alguém, pois embora conhecendo pela fisionomia posso me confundir na denominação. De pé, da esquerda para a direita: Miguel Deneka, Flávio Vieira, Cometa, Gaúcho, Jácomo e Zezé; agachados, na mesma ordem: Antônio Rogério, Maurício, Nilo, Deíca e Spagola...

Por Marco Antônio de Paula Franco